Por Redação A12 Em Igreja

I Romaria das Águas e da Terra da Bacia do Rio Doce acontece em Resplendor (MG)

No Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, vai ocorrer em Resplendor (MG) a I Romaria das Águas e da Terra da Bacia do Rio Doce. O evento é promovido pela Arquidiocese de Mariana e as diversas dioceses localizadas ao longo da Bacia do Rio Doce, Cáritas Diocesana, Fórum Permanente em Defesa da Bacia do Rio Doce, Fetaemg, Via Campesina e CEB´s.  

Romaria das Águas e da Terra 2016

A romaria seguirá o tema "Bacia do Rio Doce, Nossa Casa Comum" e lema "Corresponsabilidade de todos frente à vida ameaçada'. 

A cidade de Resplendor já havia sofrido há alguns anos com a construção da barreira de Aimorés que desestruturou vínculos e práticas tradicionais das famílias dessa região e agora com a contaminação do Rio Doce se vê diante de problemas ainda mais graves. 

Ponte do Rio Doce em Resplendor
Ponte do Rio Doce em Resplendor, Minas Gerais, após o rompimento da barragem de Fundão.

Para o bispo da Diocese de Valadares, Dom Antônio Carlos Félix a romaria será um momento especial para o fortalecimento da fé de todos os que foram atingidos por esse desastre ambiental. 

“Sabemos da importância do cultivo da fé, sobretudo nesta hora carregada de dor e de promessa, pois quem tem fé enxerga para além do imediato, consegue caminhar mesmo em cima da lama e dos desejos da mineradora, percebe as possibilidades de reconstrução da vida, alimenta-se da esperança e promove a solidariedade, a justiça, a verdade e a paz", afirmou. 

Programação

A concentração para a romaria terá início a partir das 7h00 no Centro de Eventos da cidade com um café comunitário e oração. Em seguida passará pela Ponte do Rio Doce, depois paróquia Nossa Senhora de Fátima e por fim a Paróquia Sant´Anna onde será celebrada uma missa, com encerramento previsto para as 13h. 

A romaria foi incluída na 'Carta de Mariana" como uma das iniciativas a serem promovidas pelas lideranças que participaram do Seminário Bacia do Rio Doce, que ocorreu de 4 a 6 de março de 2016, em Mariana (MG), e teve como objetivo discutir as consequências da tragédia da mineradora Samarco (Vale, BHP Billiton), provocada pelo rompimento da barragem de Fundão, no dia 5 de novembro de 2015.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.