Por Redação A12 Em Igreja Atualizada em 16 NOV 2017 - 16H15

Igreja celebra dedicação das Basílicas de São Pedro e São Paulo

A Igreja celebra neste sábado, 18 de novembro, a dedicação das Basílicas de São Pedro e de São Paulo. Mais do que destacar estes dois templos, a data retoma o valor da Igreja. A data convida a olhar para a figura e obra dos dois apóstolos, Pedro e Paulo, testemunhos de evangelização e colunas da Igreja. É sobre o túmulo deles que suas respectivas basílicas estão construídas.

Shutterstock
Shutterstock

No ano de 323, o imperador Constantino mandou construir a Basílica de São Pedro sobre o túmulo do apóstolo que morreu crucificado de cabeça para baixo. A atual Basílica de São Pedro demorou 170 anos para ser construída. Começou com o Papa Nicolás V em 1454 e foi terminada pelo Papa Urbano VIII, que a consagrou no dia 18 de novembro de 1626. Data que coincide com a consagração da antiga Basílica.

O templo se tornou o maior e mais importante do catolicismo. A Basílica de São Pedro mede 212 metros de comprimento, 140 de largura e 133 metros de altura na sua cúpula. Não há nenhum templo no mundo que tenha tamanha extensão.

Ao contrário do que alguns consideram, a Basílica de São Pedro não é uma Catedral, pois não é sede de um Bispo. A Catedral de Roma fica na Basílica de São João de Latrão. Mas, com uma localização privilegiada em Roma e por suas dimensões, a Basílica de São Pedro acolhe as principais celebrações com o Pontífice.

Depois da Basílica dedicada ao primeiro Papa, a de São Paulo Extramuros é o maior templo de Roma. Surgiu também por vontade de Constantino. Em 1823 foi atingida por um incêndio e ficou quase completamente destruída. Foi o Papa Leão XIII quem deu início à sua reconstrução e, em 10 de dezembro de 1854, ela foi consagrada pelo Papa Pio IX.

Seu nome é uma referência à localização do edifício, do lado de fora da Muralha Aureliana, que protegia Roma na época em que foi construída. Embora esteja fora do Vaticano, é uma das propriedades extraterritoriais da Santa Sé. Nesta Basílica, sob as janelas da nave central e das naves laterais, em mosaico, encontram-se os retratos de todos os Papas desde São Pedro até o atual, o Papa Francisco.

Fonte: acidigital

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.