Por Redação A12 Em Igreja

Nova beata brasileira: Vaticano informa data da beatificação de Benigna Cardoso da Silva

No próximo dia 21 de outubro, a Catedral de Nossa Senhora da Penha, em Crato, vai receber a celebração que dará à Serva de Deus a marca de primeira beata nascida no Ceará. A data foi anunciada pelo bispo diocesano de Crato (CE), Dom Gilberto Pastana.

CNBB
CNBB


“Essa data já será marcada no calendário, inclusive litúrgico, como da beatificação da Menina Benigna e Serva de Deus, Benigna Cardoso da Silva”, disse Dom Pastana.

O rito vai contar com a presença de um representante do Papa Francisco, o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, Cardeal Angelo Becciu.

A história da Menina Benigna

Benigna Cardoso da Silva nasceu em 15 de outubro de 1928, em Santana do Cariri (CE). É considerada ‘heroína da castidade’, por conta da forma como foi morta, resistindo ao assédio de Raul Alves, um rapaz que a pediu em namoro e, após rejeição, começou a persegui-la até que em 24 de outubro de 1941 tentou surpreendê-la e a atacou com um facão diante da nova negativa.

“Ela morreu por uma causa, ela deu a vida por uma causa, explicitamente comprovada. Ela preferiu morrer para não pecar, por isso ela é a ‘heroína da castidade’. Ela é um exemplo de virtude cristã para todos aqueles que querem ser discípulos do Senhor”, comentou Dom Gilberto.

O anúncio, feito exatamente nove meses antes da beatificação, já dando início às preparações ao rito. Em nível diocesano, já está confirmada para a terceira semana do mês de agosto um período de recordação e testemunho da Serva de Deus.

Ao bispo diocesano, segundo as normas da constituição apostólica Divinus Perfectionis Magister, promulgada pelo Papa João Paulo II em 1983, compete o direito de continuar investigando sobre a vida da Serva de Deus e os possíveis milagres para prosseguir com o processo de canonização. “Vamos primeiro celebrar a beatificação e depois começa o processo de canonização. Temos que percorrer todo um caminho que é um pouco diverso do caminho da beatificação”, finalizou Dom Gilberto.

Fonte: CNBB

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.