Por Redação A12 Em Igreja

Signis Brasil promove evento de formação para veículos de comunicação católica

De 2 a 4 de outubro, a Associação Católica de Comunicação, Signis Brasil, promove um evento de Articulação e Formação, cujo tema é “Como falar com as pessoas hoje”. O encontro será realizado na casa de oração das Irmãs Paulinas, em São Paulo, com os associados e representantes de comunicação de impressos (jornais e revistas), rádios, TVs, cinema e portais.

SignisO objetivo do evento é refletir e compartilhar alegrias e esperanças, na busca de melhorar a atuação no campo da evangelização e da cultura, em um contexto de constante mudança, com momentos de reflexão e trabalhos em grupos, plenárias com o intuito de todos conhecerem os trabalhos dos setores, conforme a organização da Signis Brasil.

Na segunda-feira, 2, os grupos já apresentarão síntese do que foi realizado de projetos conjuntos neste tempo. O evento contará com a assessoria de dois especialistas na área de comunicação, mercado e tendências: doutor em Ciência da Comunicação pela ECA-USP e professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing, Sílvio Sato, e José Paulo Hernandes, do Instituto de Pesquisa GALUP, pesquisador na área de mercado e observador da comunicação da Igreja.

Os grupos de trabalhos acontecerão na parte da tarde com os seguintes segmentos: impressos, rádios, cinema, TVs e web/portais, onde refletirão seus projetos em andamentos e desafios neste tempo de mudança. Para as emissoras de rádios o tema central será “A migração do AM para FM” com a presença do Engenheiro Eduardo Cappia, já conhecido no meio católico.

Para a presidente de Signis Brasil, irmã Helena Corazza, a importância e o objetivo deste segundo encontro de Articulação e Formação com mídias católicas é “favorecer um tempo de reflexão e formação aos associados, ajudando-os no encontro e busca de caminhos conjuntos, solidificando o trabalho de parceria já existente na Signis Brasil que é criar comunhão e trabalhar pela comunicação e cultura de Paz. Os projetos conjuntos já são uma marca de comunhão da comunicação entre nós”.

A irmã continua dizendo que está disponível para buscar caminhos e escutar. “Por isso, estamos convidando pessoas de fora da Igreja para que nos ajudem a ver de outra forma para crescermos na descoberta de ‘como falar com as pessoas hoje’. É o apelo do Papa Francisco e da realidade atual de grandes mudanças”.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.