Por Redação A12 Em Igreja

SOS Mata Atlântica soma esforços com a CFE e cria petição pública

A Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) deste ano, com o tema “Casa Comum, nossa responsabilidade”, conta com a participação de um importante parceiro de lutas ambientais a Fundação SOS Mata Atlântica. Somando esforços com a CFE, a SOS Mata Atlântica criou uma petição pelo fim dos “rios mortos”, que busca, em plena sintonia com a Campanha, a universalização do saneamento e a busca por água limpa nos rios e praias do Brasil.petição sos mata atlântica

Para participar dessa luta, basta assinar a petição online, disponível aqui ou imprimir a petição para coletar assinaturas na sua região. A Fundação tem como meta alcançar um milhão de assinaturas. Baixe a petição para impressão: pdfword

As assinaturas coletadas serão reunidas pela Fundação SOS Mata Atlântica. O endereço para envio é: Av Paulista, 2073, cj.1318, Torre Horsa 1, 13° andar – São Paulo/SP – CEP 01311-300. Em caso de dúvidas, encaminhe um e-mail para malu@rededasaguas.org.br.

O QUE SÃO “RIOS MORTOS”?
Na legislação brasileira, os rios mortos são aqueles enquadrados na classe 4 (Resolução Conama 357 e correlatas), que são rios destinados a diluir efluentes (esgotos) com baixa eficiência de tratamento e, na grande maioria, sem tratamento.

“Para estes corpos d’água, a legislação não prevê sequer limites para poluentes, fazendo com que muitos rios e córregos, de milhares de cidades do país, fiquem completamente indisponíveis para usos múltiplos, como a produção de alimentos, o lazer e consumo humano. É um desperdício perverso, que agrava a indisponibilidade de água nos centros urbanos. Muitas vezes as águas poluídas atingem o litoral, piorando a poluição do mar e tornando as praias impróprias para banho. Tudo isso afeta a saúde e a qualidade de vida de cada um de nós”, explica Malu Ribeiro, coordenadora da Rede das Águas da SOS Mata Atlântica.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.