Evangelhos

Evangelho em Libras | 28º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Escrito por Redação A12

06 OUT 2021 - 10H00 (Atualizada em 06 OUT 2021 - 15H11)

28º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Reflexão: Padre Marcelo Magalhães - C.Ss.R.
Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

(Mc 10,17-27)

Naquele tempo, quando Jesus saiu a caminhar, veio alguém correndo, ajoelhou-se diante dele, e perguntou: “Bom mestre, que devo fazer para ganhar a vida eterna?”

Jesus disse: “Por que me chamas de bom?” 

Só Deus é bom, e mais ninguém. Tu conheces os mandamentos: não matarás; não cometerás adultério; não roubarás; não levantarás falso testemunho; não prejudicarás ninguém; honra teu pai e tua mãe!”

Ele respondeu: “Mestre, tudo isso tenho observado desde minha juventude”. 

Jesus olhou para ele com amor, e disse: “Só uma coisa te falta: vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois vem e segue-me!”

Mas quando ele ouviu isso, ficou abatido e foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico.

Jesus então olhou ao redor e disse aos discípulos: “Como é difícil para os ricos entrar no reino de Deus!”

Os discípulos se admiravam com estas palavras, mas ele disse de novo: “Meus filhos, como é difícil entrar no reino de Deus! É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus!”

Eles ficaram muito espantados ao ouvirem isso, e perguntaram uns aos outros: “Então, quem pode ser salvo?”

Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens é impossível, mas não para Deus. Para Deus tudo é possível”.

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós Senhor.

Reflexão

No evangelho, vemos um homem vindo ao encontro de Jesus no desejo de encontrar em Deus tudo o que os seus bens materiais não foram capazes de lhe dar. Este homem investiu todos os seus esforços em conquistar todos os bens materiais possíveis, pensando que neles estariam o sentido para sua vida. Ele conquistou coisas, mas não a vida. Ele tinha tudo, mas ao mesmo tempo, se sentia vazio, pois sabia que todas aquelas coisas não lhe falavam do valor eterno da vida. Ao se aproximar de Jesus e perguntar o que ele devia fazer para ter a vida externa, Jesus o questiona sobre a vivência dos mandamentos, e ele diz os observar desde a juventude.

São Marcos vai dizer que, ao responder assim, Jesus olhou com muito amor para ele, e lhe fez um desafio: “quer ser perfeito, todos os seus bens vende e dá aos pobres, depois vem caminha comigo”. Mas ao ouvir o convite e o desafio que Jesus lhe fez, o homem ficou triste, pois olhou para os bens que ele possuía, e que pensava ser a razão da felicidade em sua vida, e o caminho que Jesus propôs a ele para encontrar a vida eterna. Porém o apego aos bens materiais fez com que ele preferisse ficar com a falsa segurança das riquezas, do que acolher o bem maior que Jesus estava lhe oferecendo. Ele não consegue desapegar dos bens materiais, para aprender a amar na liberdade o reino dos céus.

Assim, o Evangelho nos ensina a vida que se conquista justamente pela capacidade de passar pelas renúncias e perdas daquilo que julgamos ser importantes para ter, em Cristo, o verdadeiro tesouro que nos leva para a vida. 

.:: Acesse a liturgia do dia

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.