Por Redação A12 Em Evangelhos Atualizada em 02 FEV 2018 - 11H27

Evangelho em Libras | 5º Domingo do Tempo Comum – Ano B


Reflexão: Pe. Luiz Camilo Jr - C.Ss.R
Kiara Maria Socuta Quintanilha
(Mc 1,29-39)
Naquele tempo, Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André. 
A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus. 
E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então, a febre desapareceu; e ela começou a servi-los. 
À tarde, depois do pôr do sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio.
A cidade inteira se reuniu em frente da casa. 
Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era. 
De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. 
Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. Quando o encontraram, disseram: “Todos estão te procurando”. 
Jesus respondeu: “Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim”. E andava por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios. 

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Reflexão
A liturgia deste domingo fala do sentido da nossa vida e da nossa missão. O Evangelho mostra Jesus fazendo o bem e ensinamento seus discípulos a fazerem o mesmo. O bem deve ser algo que nos contagia. Quem recebe uma ação de amor na vida, deve também se tornar capaz de oferecer amor. 
O Evangelho diz que Jesus saiu da sinagoga de Cafarnaum e foi para a casa de Simão e André. Do momento do ensinamento e da oração, Jesus parte para a missão, indo ao encontro das realidades da vida que precisam ser tocadas pelo dom do amor para que se revistam novamente de esperança. Na casa de Simão, Jesus encontra a realidade de uma pessoa enferma, a sogra de Simão, que estava de cama com febre. Assim, Jesus nos ensina que a missão da Igreja é ir ao encontro das pessoas que sofrem e ser para elas uma mão estendida, um olhar de compaixão e um gesto de caridade capazes de superar a dor pela verdade do amor oferecido.
Jesus se aproxima da cama onde ela estava, lhe estende a mão e a coloca em pé. E ao estar novamente em pé, ela prontamente se coloca para servir a todos. Pois ela compreendeu o bem que de Deus recebeu, e a melhor forma de reconhecer e agradecer a ação do amor de Deus na vida é se colocando por amor para servir. E a cura do coração humano se dá justamente nesta capacidade de transformar o amor recebido em amor oferecido. 
Assim, Jesus nos ensina que nossa missão como discípulo é ser solidário, é estender a mão aos necessitados, é ajuda-los a se levantarem, para que eles também possam fazer o mesmo com outros que necessitam. E todo gesto de amor e bondade é transformador de vidas, pois nos revela Deus. 


2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.