Por Evangelho em Libras Em Evangelhos

22º Domingo do Tempo Comum - Ano C

Intérprete: Magali de Castro Faria

Reflexão: Diácono Marcelo Magalhães


Deus Conosco
Editora Santuário


Evangelho escrito por Lucas
(Lc 14,1.7-14)


Aconteceu que, num dia de sábado, Jesus foi comer na casa de um dos chefes dos fariseus. E eles o observavam.7Jesus notou como os convidados escolhiam os primeiros lugares. Então contou-lhes uma parábola:
“Quando tu fores convidado para uma festa de casamento, não ocupes o primeiro lugar. Pode ser que tenha sido convidado alguém mais importante do que tu, 9e o dono da casa, que convidou os dois, venha te dizer: ‘Dá o lugar a ele’. Então tu ficarás envergonhado e irás ocupar o último lugar.


Mas, quando tu fores convidado, vai sentar-te no último lugar. Assim, quando chegar quem te convidou, te dirá: ‘Amigo, vem mais para cima’. E isto vai ser uma honra para ti diante de todos os convidados. Porque quem se eleva, será humilhado e quem se humilha, será elevado”.


E disse também a quem o tinha convidado: “Quando tu deres um almoço ou um jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos. Pois estes poderiam também convidar-te e isto já seria a tua recompensa. Pelo contrário, quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos”.


— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

 

O Evangelho nos ensina a prudência e a gratuidade na perspectiva do Reino de Deus.

Homilia

Quando deres um banquete, convida dos pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. A liturgia de hoje insiste em virtudes que estão fora de moda: mansidão e humildade, prudência e gratuidade. O Evangelho nos ensina a prudência e a gratuidade na perspectiva do Reino de Deus, apresentando Jesus como viajante e hóspede que na casa do fariseu nos surpreende ensinando o que devemos fazer. Aos convidados, ensina a não se preocupar com o primeiro lugar.

Ao anfitrião, ensina a não convidar somente pessoas que lhe podem retribuir, mas que possa em seu gesto demonstrar a gratuidade. Em outros termos, Jesus ensina a receber de graça e a saber dar sem intenções de receber. Jesus é um desses hospedes que não ficam reféns de seus anfitriões. Ele age com humildade despertando em nós o que é necessário para nossa vida cristã.


Estar com os justos é chegar a perfeição é estar em aliança com o projeto de Deus. Não é o lugar que torna você importante, mas é você que torna o lugar importante. Você não ocupará o primeiro lugar ou o ultimo lugar por estratégia, você simplesmente estará onde deve estar e partir do seu lugar estenderá pontes que possam alcançar também tantos outros corações.
Sua mansidão e sua humildade serão expressão da sabedoria divina que habita em você. O lugar de Jesus é sempre o último. Não queremos ser diferentes Dele. Ao contrário, possamos estar sempre unidos.
Amém!


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Evangelho em Libras, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.