Por Evangelho em Libras Em Evangelhos

Evangelho em Libras | 3º Domingo da Páscoa – Ano A

Reflexão: Pe. Luiz Camilo Jr - C.Ss.R
Interprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário

Lc 24,13-35

Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, que fica mais ou menos a dez quilômetros de Jerusalém. Eles estavam conversando a respeito de tudo o que havia acontecido. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus chegou perto e começou a caminhar com eles. Os discípulos o viram, mas por qualquer razão não o reconheceram. Então Jesus perguntou: que é que vocês estão conversando pelo caminho?
Eles pararam, com um jeito triste, e um deles, chamado Cleófas, disse: você é o único morador de Jerusalém que não sabe o que aconteceu lá, nesses últimos dias?
O que foi? Perguntou ele. O que aconteceu a Jesus de Nazaré, responderam eles. Este homem era profeta, e também considerado por Deus e por todo o povo como poderoso em atos e palavras. Os chefes dos sacerdotes e os nossos líderes o entregaram para ser condenado à morte, e o crucificaram. Nós esperávamos que fosse ele quem iria libertar o povo de Israel! Porém já faz três dias que tudo isto aconteceu. Algumas mulheres do nosso grupo nos deixaram admirados, pois foram de madrugada ao túmulo, e não encontraram o corpo dele. Voltaram dizendo que viram anjos, e que estes afirmaram que ele está vivo. Alguns do nosso grupo foram ao túmulo e viram que de fato aconteceu o que as mulheres disseram, mas não viram Jesus. Então Jesus lhes disse:
- Como vocês demoram a entender e a crer em tudo o que os profetas disseram! Pois era preciso que o Messias sofresse e assim recebesse de Deus toda Glória.
E passou a explicar todas as passagens das escrituras sagradas que falavam dele, começando com os livros de Moisés, e os escritos de todos os profetas. Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez como quem ia para mais longe. Mas eles insistiram em que ficasse, dizendo:
- Fique conosco, porque já é tarde e a noite vem chegando.
Então Jesus entrou para ficar com os dois discípulos. Sentou-se à mesa com eles, pegou o pão e deu Graças a Deus. Depois partiu o pão e deu a eles. Aí os olhos deles foram abertos, e reconheceram Jesus. Mas ele desapareceu. Então um disse ao outro:
- Não parecia que os nossos corações queimavam dentro do peito quando ele nos falava na estrada e nos explicava as escrituras sagradas?
Eles se levantaram logo e foram para Jerusalém, onde encontraram os onze discípulos reunidos com os outros.
E estes diziam:
- De fato o senhor ressuscitou! Simão viu o Senhor!
Então os dois contaram o que havia acontecido na estrada, e como tinham reconhecido o Senhor quando ele partiu o pão.
— Palavra da salvação.
— Glória a vós, senhor!

Reflexão
O terceiro domingo da páscoa nos coloca na bonita cena dos discípulos de Emaus. A palavra do Cristo faz arder nosso coração e abre nossos olhos para a verdade da fé. E quando tomamos consciência da presença do ressuscitado entre nós, somos transformados por ele, e de pessoas tristes e abatidas, pela falta de esperança, recebemos um novo ardor missionário para anunciar Jesus, testemunhando aos outros a experiência do nosso encontro com Ele.
O Evangelho fala de dois discípulos no caminho de volta para casa. Eles um dia haviam saído de Emaús para seguir Jesus, mas parece que a dor provocada pela imagem da Cruz os fez pensar que tudo o que um dia acreditaram, já não tinha mais razão de ser. .. Jesus se coloca ao lado e começa a caminhar com eles. Jesus não chega fazendo discursos, Jesus primeiramente os escuta, acolhe a dor deles, só depois Jesus os ajuda a fazer uma leitura da sagrada escritura para compreender que o jeito de Deus realizar seus projetos, é bem diferente do nosso jeito, e que na lógica do amor de Deus a vitória da vida passa necessariamente pela experiência da Cruz.
Jesus não nos abandona. Ele vem, entra no nosso caminhar, na nossa vida e nas nossas dores e as transforma numa possibilidade de nova esperança. Jesus ensina-nos a ouvir, a acolher a entender a palavra de Deus. Ele revela sua presença na eucaristia, que abre os nossos olhos e vemos que não estamos sozinhos, pois permanece para sempre conosco. E ao perceberem que Jesus continuava com eles, os discípulos de Emaús vão levar esta alegre notícia aos outros, para mostrar que da mesma forma que jesus continua na vida deles, está na vida de todos também.
Os discípulos reconhecem Jesus ao partir do pão, e sentem o quando a palavra do Cristo fazia o amor arder em seus corações. E quando reconhecem cristo no partir do pão, Jesus desaparece da frente deles, mostrando que a partir daquele momento não precisavam mais ver a presença física de jesus para acreditar, pois a fé os fez entender que Cristo agora esta presente no coração de cada discípulo que o acolhe com amor e que o testemunha com a vida.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Evangelho em Libras, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.