Por Evangelho em Libras Em Evangelhos

Evangelho em Libras | Solenidade da Assunção de Nossa Senhora – Ano A

Reflexão: Pe. Marcelo Magalhães - C.Ss.R

Interprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário

(Lc 1,39-56)

Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e Bendito é o fruto do teu ventre! Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o senhor lhe prometeu”.
Então Maria disse: “a minha alma engrandece o senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu salvador, porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, porque o todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o respeitam. Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”. Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

Reflexão
A solenidade da Assunção de Nossa Senhora é a celebração de sua Páscoa. Esta festa é um dogma de fé, instituído pelo Papa Pio XII, em 1950, mas é uma celebração bem mais antiga que esta data.
Ela é a mais importante festa dedicada a Maria, comparada à celebração da Páscoa de Jesus. Nesta liturgia os textos bíblicos falam de Maria como a nova Eva, a mãe da nova humanidade, onde somos chamados a rezar a participação de Maria na história da salvação.
Maria começou a ser elevada ao céu desde o momento que deu seu sim a Deus. Sua fidelidade ao projeto do pai culminou em sua Páscoa definitiva, quando é elevada em corpo e alma a glória celeste.
No Evangelho desta solenidade, Lucas coloca Maria se dirigindo apressadamente para a região montanhosa da Judeia onde vivia sua prima Isabel que, naquele momento, precisava muito de ajuda e cuidados. Isabel e Zacarias representam todos os excluídos que clamam pela nossa solidariedade. Maria nos ensina que quando é o amor de Deus que move nossas vidas, temos pressa em ir ao encontro daqueles que precisam receber gestos de amor para não perder a esperança.
O encontro de Maria com Isabel é um encontro que revela Deus. Assim que a saudação de Maria chega aos ouvidos de Isabel, a criança em seu ventre pulou de alegria e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Por isso a visita de Maria não significou apenas uma visita entre primas, mas a visita do próprio Deus, pois ela o levava em seu ventre.
Isabel exclama que Maria é Bendita entre todas as mulheres e é o que também nós hoje rezamos, celebrando sua Assunção. Reconhecemos Maria como Mãe do nosso Salvador e celebramos sua participação na história da Salvação. Maria é bem-aventurada porque acreditou. Por isso, são bem-aventurados todos os que, a exemplo de Maria, acreditam e confirmam seu sim a vontade de Deus.
E diante do reconhecimento de Isabel, Maria entoa o bonito cântico do magnificat reconhecendo em sua humildade que o amor de deus a exaltou. Maria canta que Deus ao olhar para sua pequena serva, olhou para todos os pequenos deste mundo. Por isso o Magnificat é um cântico profético onde Maria denuncia o que precisa ser transformado e anuncia um novo tempo de esperança para a vida do povo.
A presença de Maria junto a Isabel foi uma presença mais que solidária, representou a presença de Deus na sua vida. Isso nos ensina que cada vez que somos solidários com nossos irmãos, Deus se manifesta em nossos atos de amor. Maria é elevada à Glória do Céu, pois em essência foi Mãe servidora nesta terra.

.:: Salmos em sua Essência | Ano A - Solenidade Assunção de Nossa Senhora - Salmo 44

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Evangelho em Libras, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.