Mundo

Curiosidades da história: A Torre de Babel de fato existiu?

Padre Inácio Medeiros C.Ss.R.

Escrito por Pe. José Inácio de Medeiros, C.Ss.R.

09 NOV 2023 - 10H30 (Atualizada em 09 NOV 2023 - 12H25)

Neirfy / Shutterstock

A Bíblia continua sendo ainda hoje o livro mais traduzido em todo o mundo. Segundo o relatório mais recente da Sociedade Bíblica Internacional, cerca de 3.610 idiomas contam hoje com a tradução de pelo menos um livro da Bíblia. A tradução completa de todos os livros das Sagradas Escrituras, por sua vez, está disponível atualmente em 733 línguas.

Ainda assim, muitas perguntas a respeito da Bíblia continuam circulando pelo mundo e uma das mais recorrentes é: A Torre de Babel de fato existiu? Leia MaisCuriosidades da História: Sodoma e Gomorra de fato existiram?

Começando a responder, é importante que a gente saiba que não é apenas a língua comum ou um território habitado por um mesmo povo que criam a cultura de uma civilização.

Em quase todas as civilizações antigas certas histórias e mitos são fatores que ajudam a entender a forma como um determinado povo conta a sua origem e baseia os seus costumes.

Uma história intrigante: realidade ou mito?

A narrativa da Torre de Babel pode ser encontrada no capítulo 11, versículos de 1 a 9 do Livro de Genesis.

Naquele tempo toda a humanidade falava uma só língua. Deslocando-se e espalhando-se em direção ao oriente, os homens descobriram uma planície na terra de Sinar e depressa a povoaram. E começaram a falar em construir uma grande cidade, para o que fizeram tijolos de terra bem cozida, para servir de pedra de construção e usaram alcatrão em vez de argamassa. Depois eles disseram: Vamos construir uma cidade com uma torre altíssima, que chegue até aos céus; dessa forma, o nosso nome será honrado por todos e jamais seremos dispersos pela face da Terra!”

O Senhor desceu para ver a cidade e a torre que estavam levantando. Vejamos se isto é o que eles já são capazes de fazer; sendo um só povo, com uma só língua, não haverá limites para tudo o que ousarem fazer. Vamos descer e fazer com que a língua deles comece a diferenciar-se, de forma que uns não entendam os outros.

E foi dessa forma que o Senhor os espalhou sobre toda a face da Terra, tendo cessado a construção daquela cidade. Por isso, ficou a chamar-se Babel, porque foi ali que o Senhor confundiu a língua dos homens e espalhou-os por toda a Terra.

A narrativa da Torre de Babel já existia antes que os primeiros textos das Sagradas Escrituras começassem a ser escritos pelos judeus, se caracterizando como um dos mitos mais intrigantes da história humana, ao falar de um povo que começa a construir uma torre para chegar até os céus a fim de alcançar a Deus, porém, o Senhor não gosta da soberba que envolvia o projeto, derrubando a torre antes mesmo dela ficar pronta.

Essa história era comum a vários povos da região da Mesopotâmia. Como a maioria dos povos era politeísta falavam em alcançar os deuses, no plural. Mais tarde, os hebreus usam da narrativa para falar da multiplicação dos povos sobre a face da terra, cada um com seus costumes, línguas e tradições, porque o povo antes de se estabelecer na Terra de Canaã ou Palestina, circulava no meio destas civilizações, bem mais fortes e poderosas.

Explicações da arqueologia

Se é que existe, ainda não foi encontrada uma explicação que comprove a existência da Torre de Babel e até hoje a arqueologia nunca comprovou a existência desta construção, que, segundo a narrativa bíblica deveria se localizar entre os rios Tigre e Eufrates, onde hoje existe o moderno Iraque.

A explicação mais aceita sobre a Torre de Babel é que a narrativa tenha sido inspirada na construção dos templos da antiga Babilônia, localizados no sul da Mesopotâmia, em homenagem ao deus Marduk.

Estas construções chamadas de Zigurates, que se destacavam nas imensas planícies da Mesopotâmia eram templos onde os deuses podiam entrar em contato com os homens. A origem desta essa crença começou provavelmente com os sumérios.

Outra hipótese para a origem da Torre de Babel está no início da construção de um templo que um rei da cidade de Ur, localizada no sul da Caldéia, região onde viveram os antepassados dos judeus, tenha iniciado, mas nunca concluído. É possível que esta história tenha passado de geração em geração sendo aumentada continuamente, ganhando coloridos diferenciados.

Porta de Deus

A palavra Babel, em hebraico, significa “porta de Deus”, mas era também o nome que se dava à capital do Império Babilônico que em seu apogeu se transformou numa rica e poderosa civilização, chegando a se constituir num dos maiores centros culturais e econômicos do mundo antigo, para onde os judeus foram levados em cativeiro.

Existem diversas fontes extra-canônicas, como o chamado Livro dos Jubileus e o Terceiro Apocalipse de Baruch que chegam a falar das medidas desta torre, possivelmente localizada na Babilônia. A altura da Torre de Babel, segundo um desses livros seria de 5.433 cúbitos e 2 palmos, o equivalente a 2.484 metros de altura, muito mais alta que as mais altas construções do mundo de hoje.

O valor e as medidas são realmente impressionantes, porém, o que se quer demonstrar é sim o seu significado que é utilizado para explicar a dispersão dos grupos humanos pela terra, a grande variedade linguística existente e, sobretudo, a temeridade que é desafiar a Deus, como fez a Babilônia impenitente, que na concepção judaica era a simbolização do pecado e do mal.

Ouça também o podcast:

Escrito por
Padre Inácio Medeiros C.Ss.R.
Pe. José Inácio de Medeiros, C.Ss.R.

Redentorista da Província de São Paulo, graduado em História da Igreja pela Universidade Gregoriana de Roma, já trabalha nessa área há muitos anos, tendo lecionado em diversos institutos. Atuou na área de comunicação, sendo responsável pela comunicação institucional e missionária da Província de São Paulo, atualmente é diretor da Rádio Aparecida

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...