Notícias

CNBB afirma que Padre Kelmon não é sacerdote da Igreja Católica

Em comunicado, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil afirmou que o candidato não pertence à Igreja Católica Apostólica Romana

Escrito por Guilherme Gomes

01 OUT 2022 - 12H00 (Atualizada em 03 OUT 2022 - 15H44)

Reprodução/ Instagram

A CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil divulgou, na última sexta-feira (30), um comunicado para afirmar que o candidato à Presidência, Kelmon Luís da Silva Souza, que se apresenta como Padre Kelmon, não tem qualquer vínculo com a Igreja Católica Apostólica Romana.

A entidade afirmou ainda que padres não podem se vincular a partidos, nem disputar cargos políticos.

O comunicado da CNBB foi divulgado após a Conferência receber inúmeras mensagens de fiéis questionando sobre o candidato.

O senhor Kelmon Luís da Silva Souza, candidato que se apresenta como 'padre Kelmon', não é sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana, sem qualquer vínculo com a Igreja sob o magistério do Papa Francisco”, inicia a nota de esclarecimento.

Reprodução/ CNBB
Reprodução/ CNBB



E finaliza relembrando o que está vigente na Lei Canônica.

Oportuno ressaltar que, conforme vigência na Lei Canônica, os padres da Igreja Católica, em pleno exercício do ministério sacerdotal, não disputam cargos políticos, nem se vinculam a partidos”, afirmou a CNBB.

.:: Confira a Página do A12 sobre Eleições

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Guilherme Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.