Por Eduardo Gois Em Notícias Atualizada em 23 OUT 2020 - 09H41

Religiosa de 99 anos é adepta a redes sociais e YouTube

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal


Quem nunca se pegou com algum tipo de dificuldade de acompanhar o avanço tecnológico? Todos os dias tem uma rede social nova que surge, um aplicativo novo que faz coisas inimagináveis pelo celular, uma Smart TV com novas funções que chega, ou até mesmo um filtro com efeitos malucos que fazem a sensação da galera.

Para quem tem mais idade, é ainda mais difícil de se adaptar, se ajustar e integrar-se a um novo mundo em constante atualização. Não é do mesmo modo que as pessoas reagem, se abrem ou acompanham, pois cada um tem uma maneira de lidar.

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Aos 99 anos, completos em 18 de outubro passado, a freira da Congregação das Irmãs de São José Chambéry, Ir. Maria De Lourdes Sávio leva a sua vida de maneira ativa, com poucas limitações físicas, muita lucidez e sabedoria, antes da pandemia viajava o Brasil oferecendo cursos na área de autoconhecimento e desenvolvimento humano, muitas vezes sozinha. 

Direto da comunidade em que reside, em Curitiba (PR), ela tem uma missão no entendimento do ser humano em sua plenitude. Psicóloga, hipnóloga e parapsicóloga, não ficou para trás no avanço da tecnologia, nem em aprender coisas novas a cada dia. Usa WhatsApp e Facebook com habilidade e até já se arriscou em criar uma conta no Linkedin e Instagram. Tem o seu próprio notebook, que carrega em suas viagens e faz cursos diversos com certa constância.

Em uma ocasião, ao ser questionada pelo repórter Eduardo Gois sobre como se adapta às mudanças tecnológicas, afirmou que não sabe explicar, mas talvez seja fruto da ação de Deus pra ajudar na missão de fazer o ser humano se conhecer melhor. 

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal


Com a ajuda de amigos, Ir. Maria de Lourdes, também já se aventurou como youtuber, falando do que mais entende e mais escreveu livros: O ser humano. Veja abaixo alguns vídeos que o A12 listou:

1. O Eu profundo

 2. De que lugar partem os nossos atos 

3 . O Ato humano da sensibilidade


.:: O valor do idoso, segundo três pontos da exortação "A Alegria do amor"

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Eduardo Gois, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.