Notícias

Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor realizam Jornada Formativa

O evento faz parte das comemorações dos 200 anos do nascimento da fundadora da congregação.

Escrito por Letícia Dias

10 AGO 2022 - 15H45 (Atualizada em 10 AGO 2022 - 16H54)

Arquivo Pessoal

Neste ano as irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor, que integram a Família Redentoristacelebram 200 anos do nascimento de Antonia María de Oviedo, fundadora da congregação. Por esse motivo foi organizada a Jornada Formativa Online sobre a vida de Antonia Maria. 

Leia MaisOblatas comemoram 152 anos de amparo à mulher traficada e prostituída46ª Semana Vocacional: Conheça a Congregação das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor

A jornada vai acontecer nos dias 17 e 18 de setembro, será conduzida por Maria de Lourdes Ibarra y Herrerías, historiadora mexicana e professora no Instituto Tecnológico Autónomo do México, e por Pere Fullana Puigserver, historiador maiorquino e professor na Universidade das Ilhas Baleares (Espanha). As inscrições vão até o dia 10 de setembro e os lugares são limitados.

O objetivo do evento é difundir a vida e história de Antonia Maria, principalmente para que ela seja reconhecida como referência de santidade na Igreja devido ao seu compromisso solidário com mulheres em contextos de prostituição. Além disso, visibilizar o carisma e a missão das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor.

Vamos trazer à tona a sua personalidade, focar nos seus valores, na sua experiência de fé, na sua pedagogia no acompanhamento das mulheres em contextos de prostituição, que valorizamos como um dom de Deus à sociedade e à Igreja, bem como um legado que hoje ressignificamos”, diz o texto convite disponível no site oficial da Congregação.

Em entrevista ao A12 Irmã Priscila Fernandes, religiosa Oblata do Santíssimo Redentor, explicou a missão da Congregação e a importância da celebração do aniversário de Antonia. Ouça:


Inscrições para a Jornada Online
Aqui - até o dia10 de setembro:

Transmissão via Zoom
das 10h às 13h (17 e 18/09/2022)

Documentário A12

No documentário Anjos na Terra produzido pelo A12, conhecemos a história da Irmã Lúcia Alves da Cunha, religiosa da Congregação das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor, que trabalhou sete anos à frente do Projeto Antonia, em Santo Amaro, que oferece diversos serviços de atenção e acompanhamento às mulheres em contexto de prostituição.

Assista: 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Letícia Dias, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.