Por Redação A12 Em Santo Padre

Conheça 5 curiosidades que o Papa Emérito conta no Livro “Bento XVI: últimas conversas”

O livro-entrevista, “Bento XVI: últimas conversas”, escrito pelo jornalista alemão Peter Seewald, destaca as etapas a vida do Papa Emérito, Bento XVI desde a infância na Alemanha até a renúncia ao papado em 2013.

livro_bento_xvi_ultimas_conversas_articolo

Sendo o primeiro Papa a fazer um balanço de seu Pontificado, o livro conta, por exemplo, quais os motivos levaram Bento XVI a pedir renúncia.

:: A vida pública de Bento XVI depois da renúncia
:: Biografia do Papa Emérito Bento XVI

De acordo com informações do Jornal "Corriere della Sera", único autorizado a publicar trechos do livro, Bento XVI fala da vida antes de ser papa, do pontificado, da eleição de Francisco e a preparação para a morte.

Confira 05 curiosidades que o Papa Emérito conta no livro:

- Particularidades de Bento XVI

O livro revela curiosidades como o hábito de escrever somente a lápis e não com tinta. Na juventude ele era um amante da bicicleta, mas ele deixou quando se tornou bispo. Desde 1997 ele tem um marca-passo e é praticamente cego do olho esquerdo.

bento renuncia- Balanço do pontificado

Ao analisar seu pontificado Bento XVI fala do seu ponto fraco, mas não se considera fracassado. “O governo prático não é meu ponto forte e este é certamente um ponto fraco. Mas eu não consigo me ver como um fracasso”.

- Renúncia em latim

Bento XVI escreveu sua renúncia algumas semanas antes do anúncio oficial e o texto foi escrito em Latim. “Escrevi em Latim, porque uma coisa tão importante tem que ser em Latim”.

A renúncia de Bento XVI gerou comentários que o então Papa estava sendo chantageado para renunciar, isso não aconteceu. “Ninguém tentou me chantagear. Eu não teria ainda permitido [...]. Também não é verdade que fiquei desapontado ou algo assim. Na verdade, graças a Deus, eu estava no humor calmo das pessoas com mais dificuldade”

Papa Francisco e dom Cláudio Hummes- A eleição de Francisco

Para Bento XVI a eleição de Francisco foi uma surpresa, mas um entusiasmo imediato. “Eu o conhecia , é claro, mas eu não pensei sobre ele. Neste sentido, foi uma grande surpresa. Mas , em seguida, a maneira como ele orou e falou aos corações das pessoas imediatamente acendeu o entusiasmo. Seu calor, sua atenção para outros são aspectos que eu não tinha conhecido. Por isso, foi uma surpresa [...]”

- Preparação para a morte

Com quase 90 anos o Papa Emérito afirma que vive em oração e se preparando para estar na presença de Deus. “Devemos nos preparar para a morte. Não no sentido de fazer certos atos, mas para viver preparando para passar o último exame diante de Deus. Para deixar este mundo e encontrar-se diante Dele e aos santos, aos amigos e inimigos. Digamos, aceitar a finitude da vida e começar uma viagem para chegar à presença de Deus. Eu tento fazer sempre a pensar que o fim se aproxima. Eu estou tentando me preparar para esse tempo e estão mantendo isso em mente. O importante é não imaginar, mas viver na certeza de que toda a vida tende a esta reunião”.

O livro de 240 páginas foi traduzido em seis línguas: alemão, francês, polonês, espanhol, inglês e italiano.

 

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.