Por Redação A12 Em Santo Padre

Francisco fala sobre o amor incondicional de Deus e deixa mensagem aos brasileiros

A partir de parábolas Jesus revela e ilustra a misericórdia de Deus, e uma dessas, foi tema da catequese do Papa Francisco nesta quarta-feira (11). O Pontífice falou sobre a parábola do Pai misericordioso que costuma ser chamada erroneamente de parábola do filho pródigo para aprofundar o tema da misericórdia. Foi destaque em sua fala a mensagem dirigida aos brasileiros neste dia em que o Senado vota pela aprovação ou rejeição do relatório favorável à admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

papa - catequese
Papa troca de solidéu durante passeio com o papamóvel. 

Na parábola do Pai misericordioso concentra-se a essência da misericórdia divina, pois Jesus dá a conhecer o coração de Deus, apresentando a figura de um pai, cuja misericórdia para com os seus dois filhos é incondicional. 

"No caso do filho mais novo, a misericórdia se manifesta no fato de que o pai não se mostre ressentido pela ofensa grave mas, ao contrário, tenha somente sentimentos de alegria por recuperar o filho perdido. Ensina-nos assim que a nossa condição de filhos de Deus não depende dos nossos erros ou acertos, mas é fruto do amor do coração do Pai. Já o filho mais velho nos mostra como a lógica da recompensa pode nos fazer ignorar que se permanece na casa do pai não para que se obtenha algum benefício, mas por termos a dignidade de filhos que compartilham as responsabilidades do pai", destacou o Papa. 

Nesse sentido, a parábola ensina que a grande alegria do Pai é ver seus filhos se reconhecerem como irmãos, participando da grande festa da misericórdia e da fraternidade, aprendendo a serem misericordiosos como o Pai.

Francisco refletiu ainda sobre as diversas indagações no coração dos fiéis. "Penso nas mães e nos pais apreensivos quando veem os filhos se afastarem por estradas perigosas. Penso nos párocos e nos catequistas que, às vezes, se perguntam se o seu trabalho foi em vão. Mas penso também em que se encontra na prisão e pensa que sua vida acabou; aos que fizeram escolhas erradas e não conseguem olhar para o futuro; a todos aqueles que têm fome de misericórdia e de perdão e acreditam não merecê-la… Em qualquer situação da vida, não devo esquecer que jamais deixarei de ser filho de Deus, de um Pai que me ama e aguarda o meu retorno", exortou Francisco. 

Saudação aos brasileiros 

Ao final da catequese, ao se dirigir aos peregrinos de diversas nações, o Papa deixou uma saudação especial ao povo brasileiro diante do momento nacional, no dia em que o Senado vai decidir sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"Ao saudar vocês, queridos peregrinos brasileiros, o meu pensamento vai à sua amada Nação. Nestes dias em que nos preparamos para a festa de Pentecostes, peço ao Senhor que derrame abundantemente os dons do seu Espírito, para que o País, nestes momentos de dificuldade, siga por estradas de harmonia e de paz, com a ajuda da oração e do diálogo. Possa a proximidade de Nossa Senhora Aparecida, que como uma boa Mãe nunca abandona os seus filhos, ser defesa e guia no caminho".

Veja a mensagem:  

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.