Por Redação A12 Em Santo Padre

Papa Francisco recorda declaração histórica que reconciliou católicos e ortodoxos

Neste dia 7 de dezembro, a Igreja Católica Romana e a Igreja Ortodoxa de Constantinopla recordam o aniversário de 50 anos do gesto do Papa Paulo VI e do patriarca ecumênico Atenágoras, com a assinatura da Declaração Conjunta em que católicos e ortodoxos revogaram as excomunhões recíprocas emitidas em 1054. A data foi assinalada pelo Papa Francisco neste domingo (05), na oraçao mariana do Angelus, na Praça de São Pedro. 

Papa Francisco durante a oração do Angelus neste domingo, 06.

“A 7 dezembro de 1965, véspera da conclusão do Concílio Vaticano II, com uma declaração comum do Papa Paulo VI e do Patriarca Ecumênico Atenágoras, eram eliminadas da memória as sentenças de excomunhão trocadas entre a Igreja de Roma e a de Constantinopla em 1054”, disse Francisco.

O Papa falou num acontecimento “memorável”, um “gesto histórico de reconciliação” que proporcionou condições para um “novo diálogo” entre as duas Igrejas. Para Francisco, é “providencial” que esta data seja recordada “precisamente no início do Jubileu da Misericórdia”, que começa na próxima terça-feira, 8 de dezembro.

“É realmente providencial que aquele gesto histórico de reconciliação, que criou as condições para um novo diálogo entre ortodoxos e católicos no amor e na verdade, seja recordado precisamente no início do Jubileu da Misericórdia. Não existe autêntico caminho rumo à unidade sem um pedido de perdão a Deus e entre nós, pelo pecado da divisão. Recordemos na nossa oração o querido Patriarca Ecumênico Bartolomeu e os outros Chefes das Igrejas Ortodoxas, e peçamos ao Senhor que as relações entre católicos e ortodoxos sejam sempre inspiradas pelo amor fraterno”, sublinhou Francisco. 

Foto de: reprodução. 

Encontro histórico entre Papa Francisco e Patriarca Bartolomeu I no Santo Sepulcro

Papa Francisco e Bartolomeu I, em maio,
na Terra Santa. 

Seguindo o exemplo de seus antecessores, o Papa Francisco e o Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I, assinaram, em maio de 2014 durante a visita do Santo Padre à Terra Santa, uma declaração conjunta comemorando os 50 anos da declaração histórica. [Leia mais: Papa Francisco e Patriarca Bartolomeu assinam declaração conjunta] 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.