Por João Antônio Johas Leão Em Santo Padre Atualizada em 03 JUL 2019 - 15H38

São João Paulo II: Há 39 anos em Aparecida (SP)

Há trinta e nove anos, no dia 4 de Julho de 1980, Aparecida (SP) estava em festa porque era um dia muito especial. O Papa São João Paulo II chegava à cidade para sua primeira visita ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida. Foi um dia de grande alegria para a Igreja em Aparecida e no Brasil inteiro porque o Papa vinha para consagrar a Casa da Mãe de Deus e nossa mãe. O Santo Padre teve uma agenda cheia e em cada encontro que teve, deixou palavras muito significativas, que valem a pena lembrar hoje.

::Relembre as palavras ditas por São João Paulo II na Casa da Mãe Aparecida::

CDM - Santuário Nacional
CDM - Santuário Nacional


Mais de uma vez o Santo Padre repetiu que estava muito contente e comovido de poder consagrar essa Basílica e chamou Aparecida de “coração católico do Brasil, a capital espiritual do Brasil”.

Uma mensagem central de sua homilia aqui foi em relação aos milhares de peregrinos que visitam a Casa da Mãe durante todo o ano. Naquela ocasião ele disse: “Foram, no ano passado (1979), mais de cinco milhões e quinhentos mil os peregrinos que por aqui passaram. O que buscavam os antigos romeiros? O que buscam os peregrinos de hoje? Aquilo mesmo que buscavam no dia, mais ou menos remoto, do Batismo: a fé, e os meios de alimentá-la. Buscam os sacramentos da Igreja, sobretudo a reconciliação com Deus e o alimento eucarístico. E voltam revigorados e agradecidos à Senhora, Mãe de Deus e nossa. ”

O que podemos dizer sobre os peregrinos de hoje, que ultrapassam os 12 milhões anuais? A mensagem de São João Paulo II continua atual porque eles continuam buscando a fé e os meios para alimentar essa fé. No fundo, buscam um renovado encontro com Jesus que é facilitado pelos braços amorosos de Nossa Senhora Aparecida. Essa mensagem nunca vai ficar velha, porque a necessidade que o ser humano tem de Deus vai sempre existir, esse desejo de felicidade infinita que só encontra sua saciedade em Deus sempre vai impulsionar o homem a buscar o Senhor.

Por outro lado, Maria também nunca vai deixar de atrair seus filhos para perto de si com a intenção de apresentá-los a Jesus. O Santo Padre, naquela belíssima homilia também nos lembrou do papel importantíssimo de nossa Mãe no Plano de Deus. Ele disse: “Ao confessar-se “serva do Senhor” (cf. Lc 1,38) e ao pronunciar o seu “sim”, acolhendo em seu coração e em seu seio o mistério de Cristo Redentor, Maria não foi instrumento meramente passivo nas mãos de Deus, mas cooperou na salvação dos homens com fé livre e inteira obediência”.

E Ela continua cooperando hoje e sempre com a nossa salvação, fazendo com que todos aqueles que se aproximam dela, se aproximem também de Deus de uma maneira nova, renovada, mais profunda, como continuou dizendo o Papa: “Maria nos aponta as vias da Salvação, vias que convergem todas para Cristo, seu Filho, e para a sua obra redentora. ”

O Papa também se encontrou com o Cardeal Carlos Motta, primeiro Arcebispo de Aparecida, que exerceu esse serviço por quase duas décadas e foi personagem importante na construção da nova Basílica. O Santo Padre lhe agradeceu por sua vida de generosa entrega pelo Plano de Deus. Na época o Cardeal estava com 89 anos, ele morreu 3 anos depois desse encontro, aos 92 anos.

CDM - Santuário Nacional
CDM - Santuário Nacional
João Paulo II em Aparecida (SP) em 1980.


Muito importante foi também o encontro do Santo Padre com os seminaristas de Aparecida. Os jovens que estão se preparando para o sacerdócio são sempre motivo de alegria e esperança para o Santo Padre e para a Igreja em geral. Na ocasião o Papa compartilhou um pouco da sua experiência no seminário e lhes renovou no chamado de Deus: “O chamado de Deus, meus caros seminaristas, é verdadeiramente sublime, pois se refere ao serviço mais importante do Povo de Deus. É o sacerdote quem torna sacramentalmente presente entre os homens a Cristo, o Redentor do homem. “ Além disso rezou pelas novas vocações e confiou a Nossa Senhora todos os jovens do Brasil que são chamados ao sacerdócio.

O momento da consagração da Basílica foi muito especial porque o Santo Padre elevou uma oração a Maria na qual, de maneira muito íntima, falou com ela e pediu, como Sucessor de Pedro e Pastor da Igreja Universal, que Maria guarde todo o povo brasileiro e toda a Igreja no Brasil.

Para terminar, deixo a parte final dessa oração de consagração por dois motivos. O primeiro é para que nós possamos rezá-la hoje e renovar essa consagração do povo brasileiro à Mãe Aparecida. O segundo é para que nos demos conta de que durante esses 39 anos Maria vem intercedendo por nós, respondendo à oração desse novo santo, São João Paulo II.

Não cesseis, ó Virgem Aparecida, pela vossa mesma presença, de manifestar nesta terra que o Amor é mais forte que a morte, mais poderoso que o pecado! Não cesseis de mostrar-nos Deus, que amou tanto o mundo, a ponto de entregar o seu Filho Unigénito, para que nenhum de nós pereça, mas tenha a vida eterna! (Jo 3,16). Amém. ”

11 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por João Antônio Johas Leão, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.