Santuário Nacional

A Jornada continua: administrador do Santuário fala sobre a Fachada Sul

Em entrevista exclusiva ao A12, Pe. Luiz Cláudio fala sobre a espiritualidade e o prazo de entrega da segunda fase da Jornada Bíblica

Escrito por Guilherme Gomes

22 MAR 2022 - 08H13 (Atualizada em 22 MAR 2022 - 11H05)

Thiago Leon

Leia MaisNoite festiva encanta os devotos durante a entrega da Fachada NorteSantuário lança livro com detalhes artísticos e teológicos sobre a Fachada Norte

A expectativa era grande. A ansiedade também. A Fachada Norte do Santuário Nacional foi entregue no último sábado (19) e concluiu-se, dessa forma, a primeira fase do projeto Jornada Bíblica, que consiste em transformar a Casa da Mãe na maior bíblia a céu aberto do mundo revestindo as quatro fachadas da Basílica. Agora é a vez da Fachada Sul.

Se na Fachada Norte o livro da bíblia retratado foi o Êxodo, na Sul o tema será a Páscoa de Cristo. Mais do que um embelezamento, o objetivo da Jornada Bíblica, de acordo com Pe. Luiz Cláudio, C.Ss.R., ecônomo e administrador do Santuário, é fazer com que os devotos sintam-se convidados a se revestirem da Palavra de Deus.

E foi em uma entrevista exclusiva para o A12, em sua sala no Santuário Nacional, que o Pe. Luiz Cláudio contou detalhes da já iniciada obra da Fachada Sul.

“É um momento de alegria, de gratidão, mas também de olhar para frente e continuar caminhando porque existe ainda um grande desafio: fazermos uma jornada e estamos ainda nos primeiros passos!” Pe. Luiz Cláudio, Ecônomo e administrador

A espiritualidade em torno da Fachada Sul

"Quando nos propusemos a fazer o revestimento das fachadas do Santuário, nós quisemos revestir as fachadas com passagens bíblicas. Nós podemos afirmar, num primeiro momento, que a espiritualidade da Fachada Sul, como na Fachada Norte, é uma espiritualidade bíblica. Nos queremos com as diversas expressões artísticas que se demonstram na Fachada, levar as pessoas a terem um interesse maior pela palavra de Deus, que é o fundamento da vida cristã.

Sabemos que a Páscoa se torna um memorial do povo de Deus e é justamente na Páscoa nova que nós experimentamos nossa salvação. Jesus celebra a Páscoa com seus discípulos. E é numa festividade pascal que Jesus tem Sua paixão, Sua morte e a Sua ressurreição, de maneira que a Páscoa se torna, para nós cristãos, um momento fundamental para nossa fé.

O que teremos na Fachada Sul é justamente os eventos do entorno da Páscoa de Jesus. Da mesma maneira que nós temos a páscoa hebraica na Fachada Norte, do outro lado, na Sul, nós teremos Jesus, nosso redentor, que nos orienta e nos mostra o caminho.

Portanto, nós damos mais um passo em nossa jornada, da páscoa do Antigo Testamento para a Páscoa cristã".

Alessandro Cardoso
Alessandro Cardoso
Pe. Luiz Cláudio recebeu o A12 em sua sala e disse que a caminhada da Jornada é longa, mas de alegria e gratidão


Estudos da Fachada Sul

"Quando nós estamos revestindo a Fachada, nós não estamos apenas fazendo uma obra de embelezamento. Nós estamos nos revestindo das palavras de Deus. Para isso, precisamos estudar, precisamos conhecer, precisamos rezar, meditar.

Então, a obra da Fachada Sul irá nos inspirar para estudarmos e conhecermos a palavra de Deus. E assim, podemos ir respondendo a nossa vocação e contribuindo para uma catequese bíblica para os devotos de Nossa Senhora de maneira geral".

A ajuda dos devotos na obra da Fachada

"Nós denominamos esse processo de revestimento das fachadas de jornada, de um caminhar. Um caminhar que se dá de maneira lenta, efetiva, permanente e, à medida que vamos caminhando, nós vamos construindo a Casa da Mãe Aparecida, mas nós estamos acolhendo, evangelizando e mantendo o Santuário. E os devotos de Nossa Senhora, especialmente aqueles que pertencem à Família dos Devotos, são personagens muito importantes. São pessoas que são protagonistas nessa obra, porque é a partir da doação de cada um que permite que possamos realizar não só a obra da Fachada, como também as outras obras. Então, é um caminho.

Demos um passo na Fachada Norte, mas continuamos nossa caminhada, passo a passo agora na Fachada Sul, e haverá ainda a Fachada Oeste, haverá ainda a Fachada Leste. Mas, nesse momento, voltamos nossas atenções e nossos esforços à Fachada Sul. Queremos escrever na Fachada Sul da Basílica mais um conjunto de páginas da Bíblia".

Trabalhos em Roma e nas obras anexas

"Nós queremos realizar essa obra na Fachada Sul em um ritmo normal, que é o período de montagem dos andaimes, a preparação da superfície e, por fim, a aplicação do mosaico. Paralelamente a isso, nós temos em Roma a realização da montagem das figuras do Mosaico. As figuras são montadas na mesa, e como num quebra cabeça, elas são trazidas e aplicadas. Toda a área do entorno das figuras é instalada aqui no Santuário.

Concomitantemente ao trabalho da Fachada Sul, nós temos outros trabalhos anexos, como por exemplo o próprio reforço estrutural das colunatas e também abertura de uma galeria para passagem de estrutura de ar condicionado e outras infraestruturas necessárias para o Santuário".


Thiago Leon
Thiago Leon
Os trabalhos na Fachada Sul contam com obras anexas, como o reforço das colunatas


Prazo de entrega

"Se tudo der certo, nós começamos a revestir, a instalar o mosaico nas paredes do Santuário nos primeiros dias de setembro. Se tudo funcionar corretamente, nós devemos ter de três a quatro meses de trabalho para instalação do mosaico. Com o mosaico instalado, gastamos mais um tempo para descer o andaime e já sabemos que o reforço estrutural da colunata só fica pronto no final de 2023.

Então, nós teremos o mosaico instalado nos primeiros meses do próximo ano, mas ainda continuaremos por um período maior trabalhando nas colunatas. Como um projeto, o conjunto ficará pronto no final do ano que vem. Mas o mosaico em si a gente já consegue vê-lo em fevereiro de 2023".

Retorno de Pe. Rupnik ao Santuário

"Imaginamos que no fim do agosto, a equipe do Pe. Rupnik venha para a aplicação do mosaico e fica por três meses no Santuário fazendo o trabalho de revestimento em si".

Curiosidade sobre a Fachada Sul

"Pe. Rupnik desenha quadro a quadro a totalidade da obra. Essa é uma grande diferença entre a obra do Pe. Marco Rupnik, diferente do Cláudio Pastro. A obra do Cláudio, a gente via pronta, em uma dimensão menor, e aquilo depois era ampliado e transposto para um azulejo. Então, de alguma maneira, nós sabíamos que era aquilo que a gente tinha visto, mas numa dimensão maior.

Com o padre Marko a gente não tem essa característica. Ele é quem faz pessoalmente a obra no canteiro. Uma grande surpresa positiva para nós. Como nós temos o Pe. Marko Rupnik, que é completamente preparado do ponto de vista artístico, teológico e bíblico, o resultado é garantido. Agora, as características nós vamos aguardar o momento do descortinar da Fachada e manter essa expectativa e curiosidade em alta".

.:: Conheça a Jornada Bíblica 

.:: Veja os bastidores da entrega da Fachada Norte

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Guilherme Gomes, em Santuário Nacional

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.