Santuário Nacional

Dom Damasceno celebra 35 anos de ordenação episcopal em Aparecida

Dom Raymundo foi arcebispo em Aparecida durante 13 anos. Ele sucedeu o Cardeal Aloísio Lorscheider, ficando à frente da arquidiocese da Padroeira do Brasil de 2004 a 2017.

Escrito por Elisangela Cavalheiro

15 SET 2021 - 15H07 (Atualizada em 15 SET 2021 - 15H56)

Reprodução missa-dom_damasceno6 (Reprodução)

O arcebispo emérito de Aparecida, cardeal Raymundo Damasceno Assis, presidiu missa na manhã desta quarta-feira (15), no Santuário Nacional de Aparecida, para comemorar os seus 35 anos de Ordenação Episcopal.

Estavam presentes no Altar Central o arcebispo de Aparecida Dom Orlando Brandes, o arcebispo emérito de Passo Fundo, Dom Antonio Carlos Altieri, o bispo emérito de Rubiataba-Mozarlândia, Dom José Carlos de Oliveira, conhecido como Dom Carlinhos, e o reitor do Santuário, padre Carlos Eduardo Catalfo, entre outros padres e missionários redentoristas. 

Leia MaisNossa homenagem ao Cardeal Raymundo Damasceno AssisDom Raymundo foi arcebispo em Aparecida durante 13 anos. Ele sucedeu o Cardeal Aloísio Lorscheider, ficando à frente da arquidiocese da Padroeira do Brasil de 2004 a 2017.

Na missa em comemoração ao seu aniversário de bispo, ele foi saudado por Dom Orlando que enfatizou o seu ministério junto de Aparecida. 

"Nós só temos que agradecer e bendizer. O senhor deixou aqui em Aparecida a Pousada Bom Jesus reformada e o senhor iniciou o Santuário dedicado ao santo Frei Galvão, em Guaratinguetá, e atualmente o senhor escreveu o livro "A Igreja Católica em Brasília nos seus primórdios", que vale a pena ler porque Brasília nasceu católica; a história da Igreja em Brasília é uma história humana e da Igreja também. E agora, o senhor recebeu um altíssimo cargo do Papa Francisco, de ser comissário pontifício para os Arautos do Evangelho. Dom Raymundo só podemos cantar o Magnificat e o Te Deum nesta ação de graças. Seja bem-vindo à Casa que sempre é sua também", assinalou.

Reprodução
Reprodução
Dom Orlando expressa seu agradecimento a Dom Raymundo na celebração


Na homilia, Dom Raymundo lembrou sua devoção a Nossa Senhora das Dores, herdada de sua terra natal e que motivou sua escolha por este dia para assumir o seu ministério episcopal.

"Hoje, 35 anos depois, aqui me encontro e espelhando-me nas palavras dirigidas por São Paulo a Timóteo. Agradeço a Deus pela confiança que depositou em mim ao chamar-me por sua misericórdia para o seu serviço na Igreja de Jesus Cristo e pela força que me deu para realizar a missão a mim confiada", frisou.

Ele também pediu a oração do Povo de Deus para a continuidade de seu ministério. "Peço que rezem por mim para que possa cumprir a missão que Ele me confiar, no tempo de vida que ainda me conceder", completou.

Dom Raymundo deixou ainda uma mensagem sobre a Virgem Mãe das Dores: "Ela é aquela que compreende todas as nossas dores, penas e sofrimentos e aquela que nos acompanha e conforta em nosso caminho até o encontro definitivo", finalizou. 

Ao final da celebração, padre Renan Rangel relembrou a trajetória de Dom Raymundo e também manifestou os votos de aniversário em nome de todos da Arquidiocese de Aparecida. 

"Hoje, Dom Damasceno, ao celebrar os 35 anos de seu fecundo ministério episcopal, nossa Arquidiocese de Aparecida rende graças a Deus por sua vida e missão. Por suas saídas e chegadas, por aquelas que já foram e por aquelas que lhe pesam nos ombros hoje, e, por aquelas que virão. Aqui em Aparecida, as serras que nos rodeiam não foram obstáculo para aquele que veio das Gerais. O senhor nos instigou a subir a serra e a enxergar o infinito, a contemplar o horizonte, a sair da nossa zona de conforto e a lançar-nos com fé e confiança na busca de superarmos os desafios que hoje, se nos apresentam", disse. 

Também tomou a palavra o Frei Bartolomeu Schultz, administrador da Santa Casa de Aparecida, em nome das diversas congregações religiosas presentes em Aparecida, manifestando gratidão. 

fast_forward  Leia também: 10 minutos de prosa com Dom Damasceno

Assista a celebração na íntegra: 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Santuário Nacional

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.