Notícias

Advento: Vigiar para não sermos tomados de surpresa

Tempo abre e prepara a grande celebração da manifestação do Salvador em nossa humanidade

Escrito por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R.

25 NOV 2022 - 15H31 (Atualizada em 25 NOV 2022 - 16H00)

Thiago Leon

Por meio da Liturgia, nós entramos agora, por mais um ano, no Tempo de Deus, que por sua vez entra também no nosso tempo e na nossa história. Leia MaisQuatro bênçãos vocacionais para o Tempo do AdventoAdvento é tempo de viver o espírito samaritano

Com a celebração do Advento iniciamos um novo tempo e um novo ano. Esse tempo abre para a Igreja a grande celebração da manifestação do Salvador em nossa humanidade, que é a sua encarnação.

O advento é também um tempo de preparação para as festas da epifania, a fim de que possamos receber o Senhor que vem e que se manifesta a nós. Por isso mesmo, é um tempo de alegria, porque Deus pisou a nossa terra, se estabeleceu entre nós e fez aqui a Sua morada!

Sentido do Advento

Comecemos pelo sentido da palavra e do conceito. A palavra Advento vem do latim “adventus”, que significa “aquele que vem” ou “o que está pra chegar”. Antes de ser usada no cristianismo, essa palavra tinha outros dois significados. 

O primeiro era a chegada ou a descida da divindade. Num tempo em que a maioria das civilizações existentes era politeísta, acreditava-se que a divindade vinha ao seu templo uma vez por ano, num dia fixo, para visitar seus fiéis durante o culto, trazendo-lhes salvação. Este dia era chamado adventus, “o dia da vinda”. Muitos templos só abriam suas portas naquele dia.

É importante saber que nas religiões antigas o povo não entrava nos templos, só a classe sacerdotal. Era assim em Jerusalém, por exemplo, onde o povo ficava nos átrios e nos pátios.

Maria Alice Figueira/A12
Maria Alice Figueira/A12
Tempo abre e prepara a grande celebração da manifestação do Salvador em nossa humanidade


Advento era também a primeira visita oficial de uma pessoa importante que chegava para tomar posse e assumir o governo importante. As pessoas aguardavam a sua chegada que era sempre precedida de festas e banquetes, além do cortejo solene que se realiza ao chegar. Essa expectativa e tudo o que se relacionava à sua chegada tinha o nome chamada de “adventos”, porque um acontecimento assim tão marcante tinha que ser muito bem celebrado.

O tempo do Advento possui hoje para nós cristãos essa dupla característica. Sendo igualmente um tempo de preparação para as solenidades do Natal, em que se celebra a primeira vinda do Filho de Deus entre os homens, como também um tempo em que, por meio desta lembrança, os corações se voltam para a expectativa da segunda vinda do Cristo no fim dos tempos.

Por esta dupla razão, o tempo do Advento se apresenta como um tempo de piedosa e alegre expectativa, assim como as pessoas nos tempos antigos ficavam ansiosas para saber quem seria e como seria a sua nova autoridade ou governante.

Por ter essas características, em nossas igrejas e capelas, mesmo as mais simples, o espaço da celebração deve estar bem preparado para celebrar o Advento e Natal, de forma despojada e sóbria, usando alguns elementos da própria região para ajudar a simbolizar o sentido da espera. É bom lembrar que a cor litúrgica mais usada neste tempo é a lilás e ainda a cor rosada, mais relacionadas com a piedosa e a alegre esperança.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.