Notícias

Aniversário da chegada dos Missionários Redentoristas à América Central

Escrito por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R.

23 MAI 2022 - 11H01

A12
Divulgação
Divulgação
Ao longo desses 95 anos o carisma da Congregação foi se fortalecendo e se desenvolvendo pouco a pouco

Foi num contexto de perseguição que os missionários redentoristas chegaram ao México e aos países da América Central.

A história da presença redentorista na América Central começou em 1927, quando os dois primeiros redentoristas chegaram a Puerto Limón, na Costa Rica. A partir daí, foram se expandindo para Honduras, El Salvador e demais países da região.

O primeiro trabalho realizado foi a pregação das Santas Missões, excelente forma de anunciar ao povo a Copiosa Redenção.

No inicio do século XX o mundo vivia com expectativa e júbilo as aparições de Nossa Senhora em Fátima, na Cova da Iria, cuja devoção chegou em terras da Centro-América mais tarde, nas décadas de 1940/1950

As aparições de Nossa Senhora tiveram seu inicio no dia 13 de maio de 1917, e foi justamente nesse dia que, dois Missionários Redentoristas, Pe. Félix Ruiz de Samaniego e Pe. Pedro del Palacio – ambos espanhóis – desembarcaram do vapor Galícia, em Puerto Limón, na Costa Rica. Eles vinham sob o sinal da grande perseguição que o governante Francisco Plutarco Elias Campuzano, mais conhecido como Plutarco Elias Calles, desencadeou no México, atingindo fortemente a Igreja. Nos primeiros meses eles ficaram hospedados na Paróquia de Alajuela, num bairro chamado de Grécia.

Impulsionados pelo Espírito Santo e com o desejo de pregar a Copiosa Redenção no istmo centro-americano, de pronto começaram o seu labor missionário.

A Província Redentorista de Centro América

Ao longo desses 95 anos, o carisma da Congregação foi se fortalecendo e se desenvolvendo pouco a pouco, como cresce e se desenvolve uma pequena planta com um ciclo vital constituído por varias etapas: a etapa germinativa da semente, o aparecimento das primeiras folhas, seu talo, raízes e ramificações. Assim como a planta vai crescendo aos poucos, da mesma forma se deu com o carisma redentorista na América Central em seu desenvolvimento.

Atualmente a Província da América Central está presente em vários países, sendo constituída por diversas comunidades que atendem paróquias e obras sociais, tendo três centros de formação para os que desejam assumir a vocação redentorista. Há uma equipe missionária itinerante que prega as Santas Missões em toda a região, apoiada pelos Missionários Leigos e pelos oblatos redentoristas que participam, de modo especial, dos benefícios espirituais, das orações e dos trabalhos missionários.

Assim como acontece em outras partes do mundo, os Redentoristas da América Central, se fazem "Herdeiros da tradição e do carisma redentorista, chamados que são a renovar continuamente a metodologia de sua missão".

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. José Inácio Medeiros, C.Ss.R. , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.