Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias

As três profecias de São Francisco de Jerônimo sobre Santo Afonso

O missionário redentorista Théodule Rey-Mermet (1910-2002), no livro biográfico “O santo do século das Luzes: Afonso de Ligório”  lembra um fato da vida de Santo Afonso que aconteceu quando ele ainda era recém-nascido. A história é sobre a Profecia de São Francisco de Jerônimo, um religioso jesuíta. 

Conheça essa incrível profecia! 

Reprodução
Reprodução
Pintura retrata visita do santo. Quadro está no museu de Santo Afonso, em Marianella, na Itália


Santo Afonso nasceu em 27 de setembro de 1696, em Marianella, que fica perto de Nápoles. Era comum entre as famílias nobres, como era o caso de Santo Afonso, uma cerimônia para apresentar o novo membro da família. Isso acontecia três dias depois do nascimento da criança. 

Foi convidado para esta apresentação o padre Francisco de Jerônimo, um homem que já possuía certa fama de santidade. 

O padre ao chegar na casa dos Ligório cumprimentou a todos pelo costume e depois reuniu-se em oração perto do pequeno Afonso. Nesse momento, ele o abençoou e o tomou nos braços, e disse para dona Anna Cavalieri, a mãe, uma profecia. 

"Este menino viverá muito, muito; não morrerá antes dos 90 anos; será bispo e fará grandes coisas por Jesus Cristo". 

São Francisco de Jerônimo afirmava então 3 profecias sobre Santo Afonso:

- Viveria mais de 90 anos;

- Seria ordenado bispo;

- Faria grandes coisas por Jesus Cristo. 

Depois do primeiro espanto, um silêncio deve ter vibrado no casa dos Ligório, após o anúncio do padre Francisco, e daqueles que faz perder o fôlego e parar, como se petrificado. 

Donna Anna, e não apenas ela, manterá essas palavras em seu coração por toda a vida. 

De fato, Santo Afonso viveu uma longa e intensa vida, acumulou grandezas por seu amor e dedicação à Igreja, se tornou bispo de Santa Ágata, recebeu o título de Doutor da Igreja, se tornou o cantor das glórias de Maria, o defensor intrépido da infalibilidade papal, apóstolo e missionário, e escreveu inúmeras obras que foram traduzidas em dezenas de línguas, perpetuando assim seu apostolado e espiritualidade notáveis.

Outro fato curioso e providencial da vida destes dois santos, é que eles foram canonizados no mesmo dia, 26 de maio de 1839. 

Da profecia de São Francisco, a mãe de Santo Afonso, sem dúvida guardou uma consciência mais viva, talvez um pouco ansiosa, de sua séria responsabilidade como educadora, que já era sensibilizada por sua fé e por sua formação católica.

Padre Antonio Maria Tannoia, outro biógrafo de Santo Afonso, faz menção a esse zelo da parte de sua mãe:

"As raras qualidades desta senhora são muito conhecidas em Nápoles. Ela era uma mulher de oração, uma amante dos pobres e uma inimiga de si mesma. Ela buscava jejuar continuamente entre outros meios de penitência heroica. Acima de tudo, foi solícita no cuidado dos filhos e como esposa"

Do início da vida de Santo Afonso é conhecida ainda outra história curiosa é a de que foi batizado com 11 nomes. Quer saber mais? Leia aqui!

:: Acesse outras notícias em A12.com/SantoAfonso


Fonte: Livro: “O santo do século das Luzes: Afonso de Ligório”, de Théodule Rey-Mermet (1910-2002)

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.