Notícias

Falece irmão redentorista Osmar Lúcio da Silva

Escrito por Redentoristas

20 SET 2021 - 09H06 (Atualizada em 20 SET 2021 - 10H07)

Irmaolucio

Faleceu no dia de ontem (19), o Irmão Redentorista, Osmar Lúcio da Silva. Ele morreu no Hospital Frei Galvão, depois de quase um mês internado, após longo período de enfermidade. Ele morreu no mesmo dia que nasceu, ao completar 75 anos. 

Acometido de enfermidade, Irmão Lúcio aceitou humildemente residir na comunidade São Geraldo Majella, em Sorocaba, em 2020, para cuidar da saúde. Agravando a doença, foi transferido, em janeiro de 2021, para o Convento do Santuário, em Aparecida, onde foi muito bem cuidado pelos confrades e enfermeiros. Mas, teve que ser internado no final de agosto, no Hospital Frei Galvão, em Guaratinguetá, onde veio a falecer no início da tarde do domingo.

O velório aconteceu no Santuário, na manhã desta segunda (20), com missa de corpo presente, às 9h. Em seguida, o sepultamento no Cemitério Municipal Santa Rita, em Aparecida.

Biografia

Irmão Lúcio nasceu aos 19 de setembro de 1946, em Lagamar, Patos de Minas, MG. Filho do casal, já falecido: Adalberto Lúcio da Silva e Margarida Neves Pereira, que tiveram uma filha e dois filhos. Lúcio teve nove sobrinhos.

Aos 20 anos, em 1967, entrou para o Seminário São Geraldo na cidade do Potim, SP, e aí permaneceu durante cinco anos. De 1972 a 1973 fez o Postulantado em Aparecida, residindo no Convento, ao lado da Basílica Histórica. O Noviciado ele fez em São Paulo, no Jardim Paulistano, durante o ano de 1974. Tendo sido aprovado para pertencer à Congregação do Santíssimo Redentor, no dia 1º de fevereiro de 1975, na igreja Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Jardim Paulistano, em São Paulo, Osmar Lúcio professou os Votos de Castidade, Pobreza e Obediência, tornando-se, assim, Missionário Redentorista.

Após três anos de vivência comunitária e aprovado pelos superiores, fez a Profissão Perpétua e o Juramento de Perseverança na Vocação Redentorista, para seguir o Redentor à maneira de Santo Afonso e do Irmão São Geraldo Majella. Isso aconteceu no dia 19 de janeiro de 1978, aos pés de Nossa Senhora Aparecida na Basílica Histórica de Aparecida.

Como missionário redentorista, o Ir. Lúcio passou a sua vida servindo em diversas comunidades e paróquias e igrejas não paroquiais.

Ele teve o privilégio de estar bem junto ao Redentor, pois serviu como Sacristão em nossas igrejas desde o ano de 1975, isto é, durante 45 anos. Zeloso sacristão, não só no estado de São Paulo, nas cidades de Aparecida, Araraquara, São João da Boa Vista, Tietê, São Paulo, Sorocaba, mas também em Goiânia (GO), e em Brasília (DF).




Sempre servindo e preparando a igreja para acolher os fiéis e cuidando para que o altar estivesse sempre pronto para a Eucaristia. Além de tudo isso, Ir. Lúcio prestava serviços aos confrades da comunidade.

A pessoa do Ir. Lúcio transmitia simplicidade, humildade, serenidade e paz. Uma pessoa realizada em sua vocação de Irmão Missionário Redentorista.

Agradecemos a Deus por sua vida e que ele esteja no céu em companhia dos santos confrades redentoristas, Padres e Irmãos, e recebendo o abraço cheio de ternura da Mãe Aparecida, o Perpétuo Socorro de sua vida!

Ir. Lúcio, que o Pai do céu o acolha com aquelas benditas palavras: “Muito bem, servo bom e fiel! Porque viveste servindo, entra e participa da alegria do teu Senhor!” (Mt 25,21)

Descanse em paz! Amém!

Fonte: Secretaria Provincial

15 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.