Notícias

Redentoristas assumem paróquia em bairro com mais de 100 mil habitantes

Escrito por Elisangela Cavalheiro

12 FEV 2021 - 16H29 (Atualizada em 23 FEV 2021 - 11H52)

Paróquia Nossa Senhora Aparecida - Mauá posse_redentorista_maua9 (Paróquia Nossa Senhora Aparecida - Mauá)

Guiados pelo mesmo ímpeto de Santo Afonso de Ligório de ir ao encontro do povo, especialmente os mais simples, a província paulista por meio de três missionários assume um novo capítulo na vida da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Zaíra, em Mauá (SP), na região do ABC Paulista, a partir do último dia 14 de fevereiro. 

A celebração que marcou a nova missão dos redentoristas aconteceu às 10h, na matriz da paróquia, com posse do pároco, padre Antonio Carlos Barreiro e os vigários, padre Ademir Gonçalves e padre Francisco de Jesus dos Santos.

Reprodução
Reprodução
Padres Antonio, Ademir e Francisco, missionários que assumem a paróquia


O Jardim Zaíra guarda algumas características bastante desafiadoras. Este é o bairro da cidade de Mauá que concentra mais de 20% de sua população, e que chega a mais de 110 mil habitantes. Um grande rebanho que é dividido apenas com mais uma outra paróquia que fica no mesmo bairro.

A paróquia surgiu há 20 anos do desmembramento da Paróquia São Paulo Apóstolo, para atender um grande número de católicos que enfrentavam dificuldades para participarem das santas missas devido aos morros que cortam todo o bairro. Na atualidade, com a necessidade de atender a população local, o bairro cresceu e se desenvolveu e mais se parece com uma cidade.

A Celebração Eucarística foi presidida por Dom Pedro Carlos Cipollini, bispo de Santo André, com a presença do Superior Provincial, padre Marlos Aurélio da Silva e outros confrades. 

O padre Antonio Carlos Barreiro conversou com o A12 em entrevista e contou mais sobre este novo desafio. Confere abaixo!

Veja fotos da celebração! 


A12 - Como os Redentoristas, a província e os missionários, assumem este novo desafio na Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Mauá? E pessoalmente, como se sente quanto a esse novo compromisso?

Em nome da Unidade Redentorista de São Paulo, assumimos este novo desafio na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Zaíra, no município de Mauá, com alegria e gratuidade para servir a todos, com um olhar acolhedor aos mais abandonados, “os feridos da sociedade”, que nos exigem novos esquemas, novos hábitos, nova mentalidade.

Pessoalmente, me sinto agradecido pela oportunidade de me colocar disponível para ser enviado, conviver com meus confrades e trabalhar para o povo mauaense. Sempre em mente o que nos pede o Papa Francisco, ser “uma Igreja em saída’’.

A12 - O que já sabe desta nova missão, os seus desafios e a realidade pastoral?

A nova missão nos traz desafios de uma realidade urbana e de periferia. A Paróquia foi criada em 01/02/2001, constituída pela matriz e mais seis comunidades. Um povo trabalhador, marcado pela vida de migrante. Há um intenso comércio local, setor de serviços, algumas importantes empresas. Um dos maiores parques industriais do Brasil, o Polo Petroquímico de Capuava, encontra-se em Mauá.

A falta de planejamento urbano, a ausência de investimentos em infraestrutura e a ocupação desordenada causam sérios problemas sociais. É nessa realidade que vamos evangelizar e sermos evangelizados.

A12 - Esta nova área de atuação pastoral também deve contribuir com o estágio dos junioristas. Qual é o papel deles?

A comunidade religiosa redentorista será composta de 03 padres: padre Antonio Carlos Barreiro, pároco; padre Ademir Gonçalves e padre Francisco de Jesus dos Santos, vigários. Aos fins de semana contaremos com 02 junioristas.

A atuação pastoral dos junioristas é muito importante, pois serão exigidos a uma constante conversão missionária. A convivência com os confrades de Mauá, com o povo e a contribuição na formação nas diversas pastorais, serão uma realidade para reflexão acadêmica.

Aprender com as experiências vividas e confrontá-las com os critérios evangélicos e pessoais os levará a um novo olhar, a uma nova postura de vida para aprender respeitar o outro que sofre e se capacitar para a escuta, isso implica discernimento, decisão e avaliação permanente.


A12 - Como o espírito de Santo Afonso anima a vocação dos Redentoristas ao assumirem a direção de um trabalho paroquial desafiador?

Ao assumir esta nova missão, renovamos a vocação redentorista e atualizamos Santo Afonso, tendo no coração o que nos inspira a Constituição nº 20: “Os redentoristas são fortes na fé, alegres na esperança, fervorosos na caridade, inflamados no zelo, humildes e sempre dados à oração” para levar a todos a Copiosa Redenção.

A nossa missão é aproximar, conviver e acolher os “feridos da sociedade”. Com eles anunciar a Boa Nova e concretizar iniciativas para construir um mundo novo a partir da justiça social. Que no centro de nossa comunidade religiosa possa pulsar um coração puro e profético e assim brotarão os mais belos gestos de amor.

:: A Paróquia Nossa Senhora Aparecida fica localizada na rua Egnes Rimazza Gianoni,  372, Jardim Zaíra, Mauá, São Paulo. Quer acompanha a vida missionária siga o perfil da paróquia. 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.