Por Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R. Em Redentoristas

Momentos marcantes da história da Província Portuguesa

Nos próximos dias estarão desembarcando em terras portuguesas os primeiros redentoristas que comporão a equipe formada por redentoristas oriundos das diversas (Vice) Províncias do Brasil, assumindo como área de missão a Paróquia dedicada ao Santíssimo Redentor, localizada no Bairro Damaia e ainda uma paróquia localizada no bairro chamado Buraca, onde predomina a população originária de Cabo Verde, país africano.

redentoristas_portugal

Os missionários redentoristas que chegarão a Portugal encontrarão uma realidade bastante desafiadora, devido ao problema da migração que cresce nos últimos tempos em quase todos os países europeus, mas ao mesmo tempo poderão dar continuidade a uma história gloriosa, marcada pelo dinamismo missionário, pela dedicação e pelo empenho dos muitos redentoristas espanhóis e portugueses que deram a sua vida pela missão.

Apresentamos abaixo uma cronologia com as datas e aspectos mais importantes da história dos missionários redentoristas em Portugal. 

Algumas datas e acontecimentos marcantes:  

Fundação e primeiros tempos

1931: Fundação redentorista em Braga. Só durou até 1944.
1936: Fundação na cidade de Guimarães. Existiu até 1937. Fundação no Porto.
1939: Fundação, em Gaia, do Seminário Menor Cristo Rei.
1944: Primeiros noviços portugueses procedentes o Seminário de Gaia. Fundação em Guimarães e abandono de Braga, passando quase todos os seus membros para a nova comunidade de Guimarães.
1946: Fundação da Editora Perpétuo Socorro (Durante alguns anos tinha uma parceria com a Editora Santuário de Aparecida). 

Desenvolvimento e crescimento

1951: Ordenação sacerdotal dos primeiros Redentoristas saídos do Seminário Menor.
1952: Fundação em Castelo Branco.
1953: Ereção da Vice-Província Portuguesa. Início da Peregrinação a Fátima da Família Redentorista. Ida para Angola dos primeiros Missionários Redentoristas.
revista_mirian1954: Início da Revista Miriam
1958: Fundação, no Porto, do Centro de Caridade, que se irá desenvolvendo em fases sucessivas até chegar ao que é hoje.
1961: Reconhecimento oficial da Congregação em Portugal como Corporação Missionária.
1962: Ereção da Província Redentorista Portuguesa.
1964: Início do Seminário Maior (só Filosofia) em Portugal, na cidade de Castelo Branco. Fundação em Lisboa: Primeiramente em um andar alugado e em 1967 em casa própria. Início do Noviciado para ”clérigos” em Portugal – Guimarães.
1966: Ereção da Vice -Província de Angola. Fundação na Damaia, com o encargo pastoral também da Buraca e da Venda Nova.
1967: Começo da pastoral com imigrantes: primeiro na França, depois também na África do Sul e agora só na Suíça. Seminário Maior (Filosofia e Teologia) em Lisboa, com os alunos vindos de Castelo Branco (Filósofos) e da Espanha (Teólogos). Primeiro frequentaram o Instituto Superior de Estudos Teológicos (ISET) e, quando este acabou, a Universidade Católica.
1969: Fundação em Lagos para atender várias paróquias dos Conselhos de Lagos e Vila do Bispo.
1970: Início das Missões Populares Regionais (várias paróquias de uma região ao mesmo tempo).
1972: Início das Assembleias Provinciais anuais (Encontros de uma semana de reflexão, oração, diálogo e convívio de todos os Missionários Redentoristas).
1976: Início das Semanas de Pastoral, já de forma sistemática e anual. Ida para o Brasil de alguns missionários vindos de Angola.
1977: Criação do Centro de Educação da Fé (CEF). Um curso de Teologia em três anos para Leigos, que durou 21 anos e por onde passou muita gente. Funcionou em Lisboa (Sede), Almada, Setúbal, Agualva-Cacém, Beja, Portalegre, Castelo Branco e Abrantes. Nele foram formados os primeiros Diáconos Permanentes em Portugal.
1979: Início das Missões Populares com Assembleias Familiares Cristãs.
1997: Aprovada oficialmente a Associação dos Antigos Alunos Redentoristas (AAAR), que já existia há alguns anos, funcionando informalmente. 

Redefinições e refundação

2003: A paróquia da Reboleira, que tinha estado sob o cuidado pastoral dos Redentoristas desde 1977, é entregue ao clero diocesano. O Capítulo Geral sob o lema “Dar a vida pela Copiosa Redenção”, desencadeia um processo de reestruturação da congregação em função do melhor desempenho da sua missão na Igreja e no mundo. 

Colaboração missionária do Brasil

2014: A Província de Lisboa solicita ajuda aos Redentoristas do Brasil (carta do provincial, Pe. Antonio Marinho, de 10 de fevereiro de 2015).

Maio 2015: O Superior Provincial de São Paulo e presidente da URB visita Portugal e indica área da uma possível missão.

Junho 2015: Reunião dos (Vice) Provinciais da URB em Lisboa para definir a aceitação de uma fundação em Lisboa (Reunião realizada dia 25 de junho).

Dezembro de 2015: Realizada reunião em São Paulo para definições e indicação da equipe missionária para Portugal.

Fevereiro de 2016: Membros da equipe missionária realizam Semana de Convivência e Integração em Campos do Jordão. Envio dos missionários é realizado no Santuário Nacional de Aparecida. 

Missa de envio dos missionários redentoristas para Lisboa, Portugal (crédito Imprensa do Santuário Nacional)

Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R.
Secretaria Provincial

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Inácio Medeiros, C.Ss.R., em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.