Por Pe. Rubens Gomes Carvalho, C.Ss.R. Em Redentoristas

Papa Pio IX aos Redentoristas: “Façam-na conhecida no mundo inteiro”

No dia 26 de abril de 1866, o Papa Pio IX, na Igreja de Santo Afonso Maria de Ligório, na Via Merulana, em Roma, disse aos Missionários Redentoristas, entregando a pintura-ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro: “Façam-na conhecida no mundo inteiro”. E, desde então, é o que os redentoristas vêm fazendo.

Perpétuo Socorro

A pintura, em fins de 1400, foi roubada por um comerciante na Ilha de Creta, na Grécia, que ao perceber que tantas pessoas a veneravam obtendo graças especiais, desejou lucrar um bom dinheiro. O comerciante levou o quadro para Roma onde passou a ser venerado na igreja de São Mateus. O Ícone sobreviveu quando a igreja de São Mateus fora praticamente destruída pelas tropas de Napoleão Bonaparte em 1793. Guardado e praticamente ocultado, ficou no convento dos agostinianos em Roma até 1866 quando foi entregue aos redentoristas que construíram no local da antiga igreja de São Mateus a igreja em louvor ao seu fundador, Santo Afonso Maria de Ligório.

De um ícone, pintura religiosa oriental, se diz não ser pintado, mas escrito. O artista pinta/escreve o que vai meditando e rezando e, por isso, contempla e medita cada traço e detalhe. Um ícone é um escrito/meditação repleto de reflexão teológica e mariológica.

Assim é o Ícone do Amor do Perpétuo Socorro. Nele medita-se a Paixão do Senhor Jesus, contemplando os instrumentos da Paixão apresentados pelos arcanjos; percebe-se Maria apontando Jesus como o Perpétuo Socorro; a cor da túnica azul de Maria, a sua maternidade; o manto vermelho, sua virgindade; a veste de Jesus, verde, sinal de sua divindade; o jeito de Maria a nos olhar; as mãos firmes de Maria segurando as mãos do menino Jesus ao mesmo tempo que o aponta como o Perpétuo Socorro e assim por diante.

Hoje, com a ação missionária dos redentoristas, a devoção e história de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro percorrem o mundo inteiro, inclusive o Haiti foi consagrado a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Em 11 de julho de 1922, teve início nos Estados Unidos, em Saint Louis, Missouri, na igreja de Santo Afonso, a Novena Perpétua de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que a partir de 1928 foi difundida pelo mundo todo. 

Mãe do Perpétuo Socorro, rogai por nós! 

”Mãe do Perpétuo Socorro, a teus pés deixa-me gozar
a doçura inefável que brota desse abismo de amor que é teu olhar!”,
Pe. Isac Lorena, C.Ss.R. 

Pe. Rubens Gomes Carvalho
Missionário Redentorista

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Rubens Gomes Carvalho, C.Ss.R., em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.