Por Redentoristas Em Notícias

Três vozes que ouvimos no discernimento vocacional

Na caminhada vocacional ou no processo de discernimento sobre qual vocação Deus tem para cada um de nós, devemos tomar consciência de três vozes fundamentais nesse percurso. Essas três vozes são a de Deus, a nossa e a do mundo! 

Nem sempre é fácil distinguir essas vozes umas das outras, por isso o discernimento requer tempo, paciência e perseverança. Uma dica: estar sintonizado com a voz de Deus, tornará mais fácil distinguir as demais vozes. 




Voz de Deus  

A Voz do Senhor é aquela que nos comunica Seu amor constante e infalível. Podemos ouvir a sua voz através da Revelação Divina, tanto a partir da Palavra de Deus como pelo seu rico ensinamento e tudo aquilo que herdamos desde os Apóstolos. A voz de Deus sempre vai nos estimular a fazer o bem, a confiar em sua palavra e ao sacrifício por amor. O desânimo e a confusão nunca são a voz de Deus. Jesus sempre foi fiel ao Pai e ele expressou coragem e verdade em tudo o que fazia. Então, a voz de Deus sempre vai nos chamar a uma conversão mais profunda diante do pecado.

Esteja certo que Deus o chama, como homem e como mulher, para uma vocação - seja o sacerdócio, a vida consagrada ou o casamento. Sua voz nunca engana e Ele lhe dará as graças para realizar qualquer que seja essa vocação em particular. Quando somos tentados a pensar que Jesus está nos chamando para uma vida que não queremos ou não podemos realizar, não é a Sua voz que estamos ouvindo, mas a de outra pessoa.

Voz de si mesmo 

Nossa voz pode ser ouvida nos desejos mais profundos do nosso coração. Com a maturidade, vemos surgir uma consciência ordenada desses desejos e a capacidade de satisfazê-los. Como homem e mulher, somos projetados por Deus para desejar o bem, mudar o mundo para melhor e amar e servir ao Senhor com tudo o que somos. 

Tenha certeza de que, foi Deus quem colocou esses desejos em seu coração, e Ele quem permitirá que você os cumpra. Às vezes, porém, nossos desejos mais profundos estão em conflito. A nossa voz, às vezes, precisa esclarecer o que não está tão compreendido e também de conversão. A oração é um caminho que todo vocacionado precisa trilhar para melhor ouvir a voz interior e a voz de Deus e buscar a conversão. 

Voz do mundo 

A voz do mundo muitas vezes se apresenta na confiança que devemos dar ao prestígio, dinheiro, fama, relacionamentos. É a voz que ouvimos na publicidade, em alguns programas de TV e até mesmo na música e no que curtimos em nossas redes sociais. Esses são "ruídos" que nos distraem do que realmente é importante.

Estamos no mundo, mas não somos do mundo. Nada pode ser maior que Deus e sua Palavra em nós. Quando colocamos outros valores acima de Deus, o chamado de Deus não consegue ser ouvido e nos afastamos da nossa fé. 

No caminho vocacional quando colocamos a voz de Deus fora do nosso alcance, podemos até escolher coisas boas em si mesmas, mas que não são o que Deus deseja de cada um de nós. Em outras palavras, podemos fazer uma escolha menos perfeita do que a que Deus preparou para nós. 

Não tenha medo! 

A confusão e a frustração podem fazer parte do processo de discernimento vocacional. No entanto, o amor de Deus pode conquistar tudo, e se nos abrirmos ao poder de sua graça, encontraremos nossa vocação. O desejo de Jesus de nos dizer é infinitamente maior do que nosso desejo de saber. Precisamos apenas dizer com o coração simples: "Jesus, eu confio em Ti". 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.