Por Valquíria Vieira Em Obras Sociais

CAS Santo Afonso leva crianças ao Centro de Treinamento do Palmeiras

O CAS Santo Afonso, Obra Social Redentorista,  localizado em São Paulo (SP) levou, no último sábado (03), as crianças do projeto ‘Pequenos Campeões’ para uma visita especial ao Centro de Treinamento do clube de futebol Palmeiras.

Crianças do CAs santo Afonso visita centro de Treinamentos do Palmeiras

A coordenação do CAS Santo Afonso, por meio da assistente Social Valéria Garcia, a área técnica e o monitor responsável Rafael Fernando Garcia, observando o interesse e a motivação das crianças e adolescentes beneficiários do projeto, idealizaram a visita ao treino com jogadores profissionais.

O clube, Sociedade Desportiva Palmeiras, foi o escolhido para essa iniciativa devido ao contato com dois atuais jogadores, o zagueiro Nathan Pelae e o Goleiro Vinicius Silvestre, que jogaram nas categorias de base juntos com o Monitor Rafael , que é o idealizador e responsável pelo Projeto Pequenos Campeões, além disso o apoio do diretor do Karatê do Palmeiras, Varnizio Zampieri, possibilitou a realização desse encontro entre os beneficários e jogadores.

Segundo Valéria Garcia a iniciativa da visita é uma forma de valorizar os participantes do projeto e dar a eles

“O nosso objetivo é possibilitar aos beneficiários a oportunidade de presenciar um treinamento de jogadores profissionais e assim sensibilizar para novos projetos de vida, valores e possibilitar a melhora da autoestima. Acreditamos que conhecer de perto os seus ídolos, incentiva o beneficiário a lutar e se esforçar para alcançar seus sonhos e conquistar um futuro digno e com cidadania”, disse.

 

“Foi encantador observar as expressões e os sorrisos. Ficaram muito alegres e a todo instante gritavam os nomes dos jogadores que gentilmente retribuíam com acenos e gestos de positivos”

O encontro dos beneficiários do projeto com os jogadores do Palmeiras rendeu momentos de emoção.

“Foi encantador observar as expressões e os sorrisos. Ficaram muito alegres e a todo instante gritavam os nomes dos jogadores que gentilmente retribuíam com acenos e gestos de positivos”, contou Valéria.

O integrante do projeto, João Alves Lima, goleiro do Pequeno Campeões, ganhou do seu ídolo, o goleiro Fernando Prass, um forte abraço, autógrafos e as luvas autografadas do goleiro Vinicius Silvestre, além das palavras de ambos, estimulando o garoto para o futuro como goleiro.

“Fiquei muito feliz em conhecer os jogadores do Palmeiras, meu time de coração. Até chorei quando vi meu ídolo Fernando Prass, nunca imaginei que pudesse falar com ele. Fiquei muito contente quando o Goleiro Vinicius Silvestre me deu o par de luvas dele. Vou lembrar para sempre desse dia.”, relata João.

Kauê Ryan Rosa, 11 anos também beneficiário do projeto conta que realizou um sonho.

“Foi o dia mais feliz da minha vida, obrigado a todos por esse momento inesquecível, já realizei um sonho que era conhece-los, agora vou fazer de tudo para um dia ser um jogador igual aos meus ídolos que conheci!”

Ao término do treino, todos os jogadores distribuíram autógrafos nas camisetas das crianças. Os goleiros Aranha e Prass deram de presente suas chuteiras e luvas.

Confira as fotos dessa visita especial do CAS Santo Afonso ao CT do Palmeiras. 

 

O Projeto Pequeno Campeões.

Implantado em fevereiro de 2014, através das oficinas socioeducativas de futsal, ministradas pelo monitor Rafael Fernandes que já atuou como jogador em outro momento de sua carreira profissional, a iniciativa atendeu as inúmeras solicitações das crianças.

O objetivo é minimizar a vulnerabilidade social e fortalecer a inclusão dos beneficiários através das oficinas socioeducativas, com atividades teóricas e práticas.

São oferecidos treinos de futsal e também disputa de campeonatos externos como a Copa Finta, competição que em 2014 o time do CAS Santo Afonso foi vice-campeão.

Todos os beneficiários ainda são acompanhados pelo Serviço Social e o serviço de Psicologia que desenvolve oficinas direcionadas a psicologia do esporte.

Atualmente o Pequenos Campeões atende 100 crianças (6 a 14 anos) e 20 Adolescentes (15 a 17 anos)

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Valquíria Vieira, em Obras Sociais

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.