Por Ivan Nogueira Em Obras Sociais

Oficina de Culinária “Ateliê dos Sabores”

Maria Helena Dias de Andrade Andrini Nogueira

Nutricionista - CRN 36770/P

 

oficina_atelie_saboresA Cozinha combina com lembranças, cheirinho de almoço da mamãe, brincadeiras com colheres e beliscadas nas sobremesas… Sim, essas são boas lembranças que guardamos. Mas será que é só isso? Não. A Arte de cozinhar, além de boas lembranças, traz benefícios ao desenvolvimento cognitivo e social, como por exemplo: desenvolver a criatividade, aperfeiçoar a leitura, adquirir noção de quantidade, ampliar o vocabulário, o envolvimento com as tarefas de casa, as noções de higiene, manipulação correta dos alimentos e o fortalecimento do convívio familiar.

A preparação de alimentos com a participação ativa das crianças, jovens, adultos e idosos é a proposta desta Oficina. A seleção, a leitura da receita, a explicação da mesma e a escolha dos ingredientes e suas quantidades, o modo de preparo, o tempo de espera para que o alimento fique pronto, exigindo paciência e, finalmente sua degustação, são etapas que os alunos vivenciam nas Oficinas de Culinária e que os capacitam para trabalhar em equipe e ampliar a satisfação pessoal e auto-estima com o sucesso dos pratos preparados.

Quando é ensinado ao indivíduo como preparar receitas com alimentos saudáveis e com qualidade higiênico-sanitária, esse se torna sujeito participativo, com confiança e auto-estima suficiente para arriscar e colocar literalmente a mão na massa. O aprendizado envolve assuntos que fazem parte do cotidiano destas pessoas, já que as receitas são selecionadas e desenvolvidas em grupo, estimulando à assimilação do conhecimento e possibilitando a capacitação para a aprendizagem que se dá através do ativo envolvimento do aprendiz na construção do conhecimento, ou seja, ele próprio escolhe e coloca em prática as receitas, sentindo-se parte fundamental do processo.

A Oficina de Culinária leva os alunos a um contato direto com o alimento e com todas as etapas de sua preparação, pois todos têm a oportunidade de conhecer melhor a composição, função e a fonte principal de nutriente de cada ingrediente, além da possibilidade de aumentar a capacidade do trabalho em equipe, da cooperação mútua, onde todos aceitam trocar e dividir o material utilizado com outros colegas e da criatividade para elaborar pratos decorados e surpreender a cada aula. A degustação é um momento muito apreciado pelos alunos que podem testar suas preparações e atestar suas capacidades.

As Oficinas de Culinária proporcionam o aprendizado de maneira lúdica, sendo um momento de descontração onde os alunos podem fazer abordagens a respeito de suas relações com os alimentos, utilizar produtos conhecidos e presentes em sua rotina familiar, além da possibilidade de conhecer alimentos novos não habituais em seu cotidiano e assim ampliar o conhecimento e o paladar. Sendo assim, é possível concluir que as Oficinas possuem a capacidade de privilegiar a construção coletiva do conhecimento e tornar-se uma prática de integração social.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ivan Nogueira, em Obras Sociais

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.