Por Ir. José Mauro Maciel CSsR. Em Redentoristas

Vice-província de Fortaleza

Os redentoristas irlandeses chegaram ao Brasil em maio de 1960. 

Em Pedro Afonso, atual Estado do Tocantins, foi instalada a primeira Comunidade dos religiosos, a saber, os padres: Jaime Collins (1921-2002), João Myers, Miguel Kirwan e Tiago McGrath.Posteriormente, eles instalaram outras casas, dentre as cidades, mencionamos: Fortaleza-CE (1962), Paraiso-TO (1963), Guaraí-TO, Iguatú-CE, Teresina-PI, Caucaia-CE, Aracati-CE (2002) e Araioses-MA (2012).

Desde os anos de 1960 estes missionários atuaram além das pastorais ordinárias e extraordinárias. Muito colaboraram com a Doutrina Social da Igreja, através da Solidariedade e formação de lideranças, junto aos camponeses, nas CEBs, nas periferias das grandes cidades, junto aos excluídos.Diversas foram e são as atividades que exerceram e exercem na promoção humana e na evangelização integral do Povo de Deus.

Diversas são as paróquias missionárias, as missões populares e as Novenas em honra à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Teresina-PI e Fortaleza-CE, onde os milhares de devotos recorrem semanalmente.

O Estado do Ceará nos deu três legados que anteciparam a chegada dos redentoristas: 1) José Ferreira Caminha (1841-1861), natural de Aracati, foi o primeiro redentorista brasileiro professo, falecido em 10 de outubro de 1861, na Inglaterra; 2) O Pe. Aureliano Mota, diocesano, introduziu a devoção de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em 1905; 3) O Pe. Misael da Silva Gomes, diocesano, trouxe a devoção a São Geraldo Majela CSsR, em 1916.Atualmente, os redentoristas da Unidade de Fortaleza-CE, estrangeiros e brasileiros, colaboram com a missão redentorista em Moçambique, na África.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ir. José Mauro Maciel CSsR., em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.