Por Thamara Gomes Em Notícias Atualizada em 02 OUT 2018 - 16H57

Sínodo dos Bispos: à escuta dos jovens

“Cuidar dos jovens não é uma tarefa facultativa da Igreja, mas é parte fundamental de sua vocação e missão na história.” Assim diz o documento que contém instruções de trabalho para o Sínodo dos Jovens. Nesse sentido, a assembleia, que será realizada de 08 a 23 de outubro, pretende dar uma visão mais concreta sobre como acompanhar os jovens em direção à alegria do amor de Cristo.

“Os jovens, a fé e o discernimento vocacional” é o tema proposto para o Sínodo. A percepção e o entendimento da vocação serão um dos pontos centrais abordados no encontro, e foram também trabalhados em documentos e reuniões que antecederam a assembleia.


O documento preparatório evidencia que o discernimento é uma atitude autenticamente espiritual, pois leva a reconhecer e a sintonizar-se com a ação do Espírito. É também, sobretudo, escuta, que pode tornar-se um estímulo encorajador para uma ação. O discernimento é, portanto, um instrumento pastoral capaz de identificar estradas viáveis a serem propostas aos jovens de hoje.

Somente à luz da vocação aceita é possível compreender a quais passos concretos o Espírito nos chama e em qual direção nos mover para responder a este chamado.

:: Aparecida acolhe Congresso Vocacional em 2019

O Papa Francisco e toda a Igreja demostram total atenção ao processo de escolha por que passam os cristãos em sua juventude, principalmente no que se refere à vocação. Essas escolhas determinam a sua identidade e o curso de sua existência.

Vale ressaltar ainda que a compreensão de vocação não está mais limitada à escolha do sacerdócio ou da vida consagrada, mas sim à missão de cada homem e mulher enquanto cristãos. Nesse contexto, o discernimento assume outro aspecto, pois se insere dentro de uma dinâmica de relacionamento pessoal com o Senhor e visa, portanto, descobrir os caminhos possíveis para responder ao amor de Deus, participando como membros da Igreja na missão de anunciar e testemunhar a Boa Nova.

Fonte: Instrumentum Laboris – XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.