Por Thamara Gomes Em Notícias

Testemunho Vocacional: Fr. Daniel Siqueira

Em mais um capítulo da série 'Testemunho Vocacional', conversamos com o Fr. Daniel Siqueira, missionário redentorista. Natural de Cunha-SP, cidade do Vale do Paraíba próxima a Aparecida, Daniel conheceu os redentoristas ainda pequeno, através do Santuário Nacional.

 

 

Fr Daniel Siqueira

Hoje, já como missionário redentorista, integra a equipe de promotores vocacionais da Província de São Paulo e acompanha os jovens durante o período de discernimento vocacional. Fr. Daniel Siqueira mora na Comunidade Redentorista do Jardim Paulistano, na capital paulista, e está no terceiro ano de Teologia.

 Como conheceu os missionários redentoristas?

Conheço os Redentoristas desde que nasci. Meu avô materno foi funcionário da Congregação Redentorista por mais de quinze anos, ele trabalhava na antiga fazenda do Seminário São Geraldo, em Potim-SP, cidade bem próxima à Aparecida. E minha mãe fazia parte do Coral do Santuário quando era solteira. Além disso, em nossa casa sempre escutávamos a Rádio Aparecida e sempre íamos ao Santuário.

Com quantos anos  ingressou na formação redentorista?

Ingressei no Seminário Propedêutico Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida-SP, no dia 10 de fevereiro de 2008, com 22 anos.

Foto de: Thamara Gomes

fr_daniel_siqueira_e_pe_anisio_tavares

Fr. Daniel Siqueira e Pe. Anísio Tavares participam de programa especial sobre o Ano Vocacional Redentorista na TV Aparecida.

 

Como você percebeu que tinha vocação para a vida religiosa?

 

Sempre me encantei com a maneira e o modo de ser dos Redentoristas.

Venho de uma família profundamente católica que sempre teve participação ativa na comunidade e, desde cedo, meus pais também incentivaram os filhos a participar. Desde pequeno eu falava que ia ser padre quando crescesse, mas conforme fui crescendo acabei deixando essa ideia de lado. Na adolescência, comecei a atuar como catequista na minha comunidade de origem e quando eu tinha 18 anos voltei a pensar novamente na possibilidade de entrar para o seminário. Fui amadurecendo essa ideia durante um período 4 anos até que decidi entrar em contato com os Missionários Redentoristas no ano de 2007.

O que te levou a procurar a pastoral vocacional redentorista?

Sempre me encantei com a maneira e o modo de ser dos Redentoristas. Por isso, quando me decidi pela vida religiosa procurei o Secretariado Vocacional Redentorista.

O que é e como alcançamos a Copiosa Redenção?

Foto de: Juventude Redentorista

Ação de Fotos - Romaria Redentorista

Encerramento do Ano Vocacional Redentorista.

Quando falamos em Copiosa Redenção, devemos associa-lá ao infinito amor e a misericórdia de Deus pela humanidade, que se concretiza de forma plena na vinda de seu de seu próprio filho Jesus Cristo que, morrendo na cruz, nos redimiu de todos os nossos pecados. Jesus, em sua vida, anunciou a Copiosa Redenção ao falar de Deus como Pai Amoroso que perdoa e se compadece diante da dor e do sofrimento das pessoas.

Assim, alcançamos a Copiosa Redenção quando também nós somos capazes de perceber e de vivenciarmos esse infinito amor e a misericórdia de Deus em nossa vida e quando transmitirmos isso também as outras pessoas.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.