Por Thamara Gomes Em Notícias

Testemunho Vocacional: Pe. Sebastião Reis

Sebastião Reis nasceu em Ituverava-SP e ingressou na formação redentorista no início da década de 70. Em 1981, foi ordenado sacerdote. Batemos um papo com o missionário redentorista e você vai conferir nas linhas abaixo algumas curiosidades de sua história de vida e formação através de mais um 'Testemunho Vocacional'.

Foto de: arquivo pessoal

Pe. Sebastião Reis

Pe. Sebstião Reis, CSsR

1- Como conheceu os Missionários Redentoristas:

Na época o rádio era o meio de comunicação mais eficaz. Foi ouvindo a Rádio Aparecida, no horário da Consagração a Nossa Senhora Aparecida realizada pelo Saudoso P. Vitor. Através dele descobri a minha vocação, sendo ele o grande motivador da minha vocação sacerdotal.

2- Como era o processo de discernimento e acompanhamento vocacional em sua época:

Na minha época já havia o “Estágio Vocacional”; pessoalmente não participei deste estágio devido a distância e condições econômicas. Este discernimento foi sendo feito entre eu e meus formadores, em todo período que envolveu a minha formação.

3- Quais as maiores alegrias de seguir a vocação religiosa e sacerdotal:

Dentro da vida religiosa é viver a Espiritualidade Redentorista, tendo Santo Afonso como nosso inspirador e fundador desta mística do Redentor. A vida de comunidade, dentro da Congregação, significa um valor imprescindível, lugar da alegria e da convivência partilhada, onde se vive a alteridade na gratuidade. Como Sacerdote na Congregação e na Igreja é a oportunidade para ser discípulo missionário de Jesus, vivendo a “Copiosa Redenção de Jesus” na doação e no serviço aos irmãos.

Foto de: arquivo pessoal

Procissão Luminosa em Carangola, um espetáculo da fé na missão.

Procissão Luminosa durante a missão
realizada em Carangola-MG.

4- Quais os desafios deste processo de caminhada vocacional e formativa:

Os desafios são os mesmos para qualquer jovem que deixa suas origens, família, habitat natural, realidade social para morar em uma cidade diferente e ingressar no Seminário para um estudo longo e desafiador. Período de decisão e opção madura que envolve a vida toda. Tempo de dificuldade econômica, devido a minha origem; família simples com grandes dificuldades econômicas para subsistência. Tempo que recebi a graça de Deus através de pessoas generosas, benfeitores que sempre me ajudaram em meus estudos, etc.

5- Que mensagem você deixaria para os jovens que estão no processo de discernimento:

Ter uma atitude de oração, procurando ouvir sempre a Palavra de Deus, as pessoas que estão ao seu redor; estar atento a esta realidade desafiadora na qual estamos inseridos. Confiar em Deus, em você e na sua família, na Igreja e na Congregação do Santíssimo Redentor.

6- Que trabalhos você realizou como Missionário Redentorista?

Realizei meu estágio vocacional e pastoral na cidade de Sacramento–MG. Na oportunidade fui ordenado Diácono e realizei o trabalho na Paróquia de Sacramento–MG por dois anos. Depois fui convidado para participar das missões, onde estou até hoje.

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Thamara Gomes, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.