Por Secretariado Vocacional Redentorista Em Notícias Atualizada em 03 ABR 2019 - 11H47

Vocação Humana: Livres para amar e servir na fraternidade

 

Arte de: A12.com

Vocação Humana - 45ª Semana Vocacional

Vocação é chamado. A vocação humana é o primeiro chamado de Deus para nós. Ele nos permite vir ao mundo, nos permite existir e sermos humanos como Ele foi. Explicando de uma maneira mais simples: ninguém é pai ou mãe antes de ser homem ou mulher, nem sacerdote antes de ser humano, nem religioso antes de ser vocacionado à vida.

"Deus criou o homem à sua imagem; à imagem de Deus Ele o criou; e os criou homem e mulher". (Gn 1, 27) Como vocacionados, fica claro através do trecho do Livro dos Gênesis que Deus nos chama a sermos imagem e semelhança dele. Isso é vocação humana. Cristo nos convida a sermos homens e mulheres a serviço do Reino.

Mas um chamado não é uma exigência. Um convite pode ser aceito ou recusado. Essa liberdade de escolha é mais uma grande prova do amor de Deus Pai pela humanidade. Não existe amor sem liberdade. Como bem frisou a Campanha da Fraternidade deste ano, “é para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1) e, sou livre quando decido, por conta própria, me tornar um homem ou uma mulher que segue os passos de Cristo e que anuncia a Boa Nova.

A vocação é, portanto, uma proposta à liberdade e à responsabilidade do ser humano. “O Senhor é o Espírito e onde está o Espírito do Senhor ali há liberdade.” (2 Cor 3, 17) Cabe ao homem e à mulher responder com dignidade ao chamado de Deus à vida plena.

Hoje, com tantas desventuras em nosso tempo, vemos muitas pessoas desvalorizando esse bem tão precioso. “O ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus, possui altíssima dignidade que não podemos pisotear e que somos convocados a respeitar e promover. A vida é presente gratuito de Deus, dom e tarefa que devemos cuidar desde a concepção, em todas as suas etapas, até à morte natural, sem relativismos.” (Documento de Aparecida 464)

O maior presente que Deus deu ao ser humano foi o dom da vida. Chamados a viver, somos convocados a respeitar e valorizar esse dom maior e ao mesmo tempo a respeitar e a valorizar nossa vida e vida do outro, como fica claro no capítulo cinco da Carta aos Gálatas. “Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; ao contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor.” (Gl 5, 13)

Somos livres para amar e servir na fraternidade! "Ama e faz o que quiseres. Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor. Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos." (Santo Agostinho)

Que Deus nos ajude a sermos santos e a curar o nosso coração dos pecados e traumas que temos, abrindo-nos ao amor que não vê limites na dificuldade do outro, mas que a partir dele, robustece a sua capacidade de doar-se sem reservas.

Irmã Marlene Inês Teixeira e Thamara Gomes

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Secretariado Vocacional Redentorista, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.