Portal A12

Santo do Dia

Busque por:

Santa Regina
Localização: França

Santa Regina viveu no século III, na França, sua família tinha uma boa condição financeira, seu pai, Clemente, era um servidor do Império Romano e era pagão. Ela é virgem e mártir e considerada padroeira das vítimas da tortura, dos pastores e dos carpinteiros.

A história conta que a sua mãe morreu durante o parto e uma ama de leite, que era cristã, educou a menina nos caminhos da fé e fez com que ela fosse batizada.

Santa Regina continuou morando em sua casa e sendo cuidada pela mulher cristã. A cada dia se tornava mais piedosa e tinha a convicção de que queria ser esposa de Cristo.

Sua beleza chamava a atenção de muitos homens, mas ela se afastava de todos, preferindo passar a maior parte do tempo em seu quarto em oração e penitência.

Quando o pai de Regina ficou sabendo que a empregada que cuidava de sua filha era cristã, demitiu-a e expulsou a filha de sua casa. Sem ter para onde ir, encontrou abrigo na casa da mulher que a tinha criado. Lá, ela foi acolhida como membro da família e continuou recebendo a formação cristã. Ela assumiu um trabalho pouco nobre naquela época: pastorear ovelhas.

O prefeito da cidade chamado Olibrio apaixonou-se por ela e pediu sua mão em casamento. Ele, porém, era pagão e assumidamente anticristão. E Regina, consolidada na fé cristã, recusou o pedido. Ao perceber que nada conseguiria com a bela jovem, muito menos convencê-la a abandonar sua fé, ele friamente a mandou para o suplício. Regina sofreu todos os tipos de torturas.

Estando no cativeiro, ela recebeu o consolo divino através de uma visão da cruz e ouviu uma voz que dizia que a sua libertação estava próxima. Olibrio, então, mandou que fosse torturada mais uma vez e depois decapitada.

Segundo as Atas dos Mártires, em 7 de setembro do ano 251, foi decapitada. Segundo a tradição, naquele momento apareceu uma pomba branca que causou a conversão de muitos dos presentes, como um sinal da presença do Espírito Santo.

Colaboração: José Duarte de Barros Filho



Reflexão:

Santa Regina é mais uma na lista das mártires da fé. Sua história mostra a fortaleza da fé que tudo supera e tudo enfrenta. Mesmo diante dos desafios difíceis se manteve consolidada na fé cristã.

Oração:

Deus Pai de amor conceda-nos acreditar na vossa presença entre nós e a dedicar tempo para fortalecer os laços de nossa fé. O exemplo de Santa Regina faça-nos dedicar todo nosso amor para vos louvar acima de todas as coisas. Por Cristo nosso Senhor. Amém!

Boleto