Por Victor Hugo Barros Em Releases

Noite Cultural homenageia Padre Zezinho durante Congresso Mariológico

Show, lançamentos de livros e abertura de exposição querem aproximar ensinamentos teológicos do grande público


Thiago Leon
Thiago Leon
Apresentação do Projeto Musical do Santuário durante a última edição do evento

Com mais de 50 anos dedicados à música católica, o padre José Fernandes de Oliveira, mais conhecido como Padre Zezinho, recebe uma homenagem especial na próxima sexta-feira (17), durante a Noite Cultural do Congresso Mariológico. O show tem entrada gratuita e acontece no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, em Aparecida (SP). A partir das 19h30, o grupo Ir ao Povo e a Orquestra do Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida (PEMSA), apresentam músicas marianas que se consagraram na voz do sacerdote.

“Será uma oportunidade de demonstrarmos o nosso afeto para com a Mãe de Jesus e fazendo isso da maneira que mais nos identificamos que é: cantando. E ainda podendo usufruir das canções compostas por Pe. Zezinho, que além de ser o mentor do nosso projeto, nos catequiza em cada canção”, destaca a vocalista Ana Clara Gabriel Oliveira.

A noite, dedicada às artes, também vai contar com a inauguração de obras sacras da artista Mari Bueno. Ao todo, 12 obras trazem, em seu contexto, o tema do Congresso Mariológico: “Maria e o Espírito Santo”. A artista foi responsável por produzir a arte que representa a 13ª edição do evento. “Fiquei muito feliz em realizar este trabalho, que se iniciou com muitas horas de estudo e depois o processo de criação dessa imagem”, conta.

Durante as apresentações, o artista Felipe Callipo vai produzir esculturas de barro em tempo real. O escultor, que chega a produzir, em média, 100 obras por ano, já teve suas produções exibidas em museus e salas de arte de todo o país. Inclusive, suas obras já foram vendidas para a Europa e os Estados Unidos.

Ainda durante a Noite Cultural, haverá o lançamento do livro “Uma Leiga chamada Maria”. Organizada pelo padre Joãozinho, a obra reúne as palestras realizadas no 12º Congresso Mariológico, que aconteceu em 2018. “A proposta é trazer aprofundamentos sobre a dimensão mariana. Entender essa dimensão, nos ajuda a entender nossa identidade e a própria identidade da Igreja. Trazemos na alma o DNA de Maria”, explica padre Joãozinho.

Apesar de integrar as atividades do Congresso Mariológico, a Noite Cultural é aberta ao público e gratuita. Isso porque, para um dos organizadores do evento, o Irmão Afonso Murad, as atividades noturnas querem aproximar os ensinamentos teológicos do grande público de forma diferenciada. “Nós hoje precisamos fazer Teologia de uma maneira que as pessoas compreendam, e que não toque só a cabeça, mas também o coração, porque isso faz com que a gente tenha uma compreensão integral da fé”, esclarece.

Fonte: Santuário Nacional

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Victor Hugo Barros, em Releases

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.