Por Padre Luiz Carlos de Oliveira, C.Ss.R Em Notícias

Ano Novo – Uma bênção

Padre Luiz Carlos de Oliveira, C.Ss.R

 

Ano Novo – Uma bênção

Sê tu uma bênção (Gn 12,2)

 

Iniciando um novo ano, sentimos a alegria da vida que nos foi dada no ano que passou e reafirmamos a disposição em acolher a novidade do novo ano. Celebramos no dia primeiro a festa da Maternidade Divina de Maria. É um dogma pelo qual reconhecemos que Seu Filho é o Filho de Deus, por isso, deve ser chamada de Mãe de Deus.

 

 

Lemos no evangelho de Lucas que Nossa Senhora apresentou Jesus aos pastores. Eles voltaram felizes para seus rebanhos, depois de terem contemplado o Menino (Lc 2,16-21). Contemplar a face de Jesus é ter a bênção. Na missa desse dia, na leitura do livro dos Números lemos a bênção que Deus ensina os sacerdotes darem ao povo: “O Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor faça brilhar sobre ti sua Face, e se compadeça de ti. O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!” (Nm 6,24-26). 

 

 

A bênção mostra sempre o grande amor de Deus que está com o rosto sempre voltado para nós para nos acompanhar com Sua bondade e providência. Receber uma bênção é receber uma missão. Assim podemos fazer um projeto de vida para o ano de 2014: Ser uma bênção. Ser bênção é abrir caminhos para que os outros possam andar bem; é tornar as coisas mais fáceis para os que estão perto de nós; é tornar-se um elemento que facilite nas dificuldades; é ajudar as coisas pesadas a se deslizarem com mais leveza como o óleo que se coloca para as dobradiças girarem bem; é colocar rodas para que se ande melhor; é ser facilitador das situações complicadas.

 

 

Não se tem Deus se é santo só para si. Quem descobre Deus, encontra a pessoa do outro. O nascimento de Jesus nos ensina um caminho maravilhoso: fazer como Ele fez: sair de si e ir ao encontro de todos, sobretudo dos necessitados. Este gesto já é a bênção.

 

 

O carinho do Pai

 

Projeto de vida: ser uma bênção! Esta é a maior bênção que podemos receber neste ano, pois nos associamos a Deus no carinho e na vida de todos. Assim passaremos nossos dias na felicidade de fazer os outros felizes. Longe do egoísmo, seremos a mão amorosa de Deus que acolhe todos em seu coração. Assim nos unimos à missão de Jesus que veio para mostrar o carinho do Pai. Gostamos de um Deus que se vinga e castiga os outros. Deus nos corrige sim. O castigo nós o arranjamos tomando maus caminhos.

 

Papa Francisco está dando um testemunho magnífico mostrando que o carinho é o caminho da Igreja, pois foi esse o caminho de Jesus: “Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o extremo do amor” (Jo 13,1). Jesus foi uma bênção (Ef. 1,3). Todos queriam tocá-Lo; as mães apresentavam Lhe as crianças para que Ele as tocasse e abençoasse (Mt 19,13).

 

É nossa missão na Igreja: mostrar o carinho do Pai através do cuidado dos queridos de Deus (Mt 25,31-40). O julgamento sobre o amor que dedicamos aos outros. Não fala de rezas, de tradições, de liturgia, de direito. Fala do amor. Tudo deve convergir para o carinho de Deus.

 

A benção, Mãe de Deus!

 

Maria é a maior abençoada por Deus, pois, como rezamos na oração da missa, “ela trouxe o autor da vida”. Ela reconhece: “Grandes coisas fez em mim o Todo Poderoso” (Lc 1,49). Na celebração inicial do ano, louvamos a Deus que quis nascer da mulher… para que  todos recebêssemos a filiação adotiva… e, pelo Espírito, podermos chamar a Deus de Pai (Gl 4,4-7).

 

Maria nos deu a bênção que é Jesus. Podemos pedir sua bênção para este ano. Como os pastores, viemos ver o Menino. Contemplamos a face de Jesus em seu Evangelho, nos sacramentos e na fraternidade.  Não importa o quanto vamos viver, mas o quanto de vida vamos colocar nos dias que vamos viver. Abençoado Ano Novo! Sê tu bênção!

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Padre Luiz Carlos de Oliveira, C.Ss.R, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.