Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias

Ciclistas pedalam 13 horas para demonstrar devoção à Mãe Aparecida

63 ciclistas profissionais e amadores de longa distância vão pedalar mais de 13 horas do Rio de Janeiro a Aparecida para demonstrar seu amor e devoção à Padroeira do Brasil. O grupo é liderado pelo padre polonês Cristóvão Sopick, ciclista profissional que já participou de diversas competições nacionais e internacionais e foi quatro vezes campeão brasileiro da MTB 12 Horas por equipe, além de outras conquistas.

O grupo integra a Romaria Ciclística da Paz promovida pela Arquidiocese do Rio de Janeiro e pela Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (FECIERJ) que completa 15 anos em 2017.

A programação da peregrinação inclui momentos de oração e de superação. A romaria teve início no sábado (11), com missa às 8h, na Igreja Santa Rosa de Lima no Jardim América, presidida pelo bispo auxiliar do Rio, dom Luís Henrique. Após a missa e bênção dos ciclistas, todos seguiram viagem pela Via Dutra e fizeram uma parada em Resende, no estado do Rio, por volta das 17h, para um momento de confraternização. Neste domingo (12), os ciclistas partem às 8h em direção ao Santuário Nacional. A chegada está prevista entre 12h e 13h. Na Basílica de Aparecida, os 63 ciclistas participam da missa das 16h.

Foto de: reprodução rede social. 

Padre Cristóvão Sopick

Padre e ciclista profissional. 

Segundo padre Cristóvão, os ciclistas percorrem essa distância em direção à Casa da Mãe Aparecida pelo mesmo desejo que nutre o coração de qualquer romeiro, o de pedir e agradecer a Virgem Maria:

"Vamos em peregrinação, essa é a décima quinta, sempre antes de iniciar nova temporada de ciclismo para agradecer a Nossa Senhora pelas graças recebidas e para pedir as bênçãos para um novo ano e nova temporada de ciclismo. Ao mesmo tempo, desejamos nos consagrar e todos os ciclistas à proteção de Nossa Senhora Aparecida", afirma o padre. 

As primeiras peregrinações chegaram a contar com 300 inscritos. Com o passar dos anos, o número teve que ser diminuído por motivos de segurança. O grupo é acompanhado por equipes de apoio e por um grupo da Polícia Rodoviária Federal que faz a escolta; 5 motos e 1 viatura.

Caminhos de Nossa Senhora – Além desse grupo, padre Cristóvão coordena a equipe ‘Caminhos de Nossa Senhora’ que faz o mesmo percurso em oito dias e é aberta a qualquer pessoa. A próxima romaria desse grupo ocorre em 28 de março.

Veja fotos dos ciclistas na chegada ao Santuário e na rodovia:

Mais informações nas redes: Romaria Ciclística da Paz e Caminhos de Nossa Senhora.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.