Por Marília Ribeiro Em Notícias Atualizada em 26 JAN 2018 - 09H13

Projeto do Santuário promove a consciência ecológica das crianças

O Projeto Devotos Mirins do Santuário Nacional inicia nesse ano de 2018 uma nova ação para contribuir com a educação ambiental dos pequenos, é o ‘Santuário Ecológico’.

Com apelo lúdico por meio dos personagens da turma dos Devotos Mirins, diversas atividades serão oferecidas às crianças na revista e no site do projeto.

O ‘Santuário Ecológico’ tem o objetivo de promover a conscientização das crianças para a necessidade de valorizar e cuidar da natureza.


Um dos presentes da ação ‘Santuário Ecológico’ é um jogo da memória. A cada mês, as crianças que recebem a Revista Devotos Mirins ganharão cartas colecionáveis, com imagens e informações de animais e espécie de plantas, no período de janeiro a julho, totalizando 32 cartões para conhecimento e diversão da garotada. Além disso, todo mês a revista vai trazer um conteúdo especial sobre educação ambiental.

Baixando gratuitamente o aplicativo Santuário Play no celular ou tablet, as crianças poderão ainda, descobrir muito mais sobre o animal ou a planta da carta, com o recurso da realidade aumentada.


Para as crianças terem acesso às atividades do ‘Santuário Ecológico’ o responsável deve fazer um cadastro na página especial da Campanha dos Devotos. A revista é enviada mensalmente, a partir de uma doação espontânea da pessoa que presenteou o pequeno devoto.

No site devotosmirins.com outras atividades educativas e catequéticas estarão disponíveis, como uma extensão da revista, proporcionando a criança um espaço repleto de jogos, orações e dicas.


1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.