Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias

Imagem Peregrina "é a certeza da Mãe que vem a nós", diz arcebispo de Aracaju em missa no Santuário Nacional

Ao longo de três meses a Imagem Peregrina de Nossa Senhora da Conceição Aparecida visitou a Arquidiocese de Aracaju, no Sergipe. Acolhida na capital sergipana no dia 02 de agosto, por onde passou a Imagem da Padroeira do Brasil deixou uma mensagem de fé, esperança e conversão. Nesta terça-feira (10), no Santuário Nacional de Aparecida, o arcebispo metropolitano de Aracaju, dom José Palmeira Lessa, presidiu a missa de retorno da Imagem Peregrina.

Retorno de Imagem Peregrina - Arquidiocese de Aracaju (credito Elisangela Cavalheiro)

A Imagem da Mãe Aparecida acolhida em Aracaju peregrinou por diversas instituições políticas, de cunho social e educacional e voltadas para a saúde, como hospitais e maternidades. A Imagem percorreu também as 106 paróquias da arquidiocese e ainda foi conduzida em procissão por uma cavalgada. Segundo o arcebispo, a passagem da Mãe Aparecida em Aracaju marcou um período de grande graça e bênção para católicos e também pessoas que estavam afastadas da vida comunitária.

Foto de: Arquidiocese de Aracaju. 

Imagem Peregrina visita casa de enfermo na Arquidiocese de Aracaju.

Imagem Peregrina de Aparecida visita casa de enfermo,
em Aracaju (SE)

“Por onde passava Nossa Senhora, ali passava algo de grande. Aquela Imagem trazia a Mãe”, disse dom José Palmeira em sua homilia. “A Imagem, sem distinção, atraiu todos os tipos de pessoas para Deus. Gente que se sentia excluída da sociedade e da Igreja. Milhares de pessoas que não tinham acesso a Eucaristia, tiveram acesso à Maria, e por ela, encontraram Jesus”, assinalou o arcebispo.

Dom José Palmeira enumerou ainda três graças que foram alcançadas durante a peregrinação da Imagem de Aparecida. O arcebispo lembrou a intercessão de Maria junto a um jovem que desejava um emprego e foi atendido em seu pedido; a esposa que pediu a Nossa Senhora o retorno do esposo ao convívio familiar e também foi atendida e o caso de uma mulher que havia sido diagnosticada com um tumor maligno na mama e que pediu a intercessão da Virgem Maria e uma semana depois constatou que estava curada.

"Para quem não tem condições de ir a Aparecida, a Imagem Peregrina é a certeza da Mãe que vem a nós", assinalou dom José lembrando que o "sim" de Maria é um "sim" para todo o povo de Deus, pois a partir de sua disponibilidade todos podem conhecer o "rosto materno de Deus", frisou. “Obrigada ao Santuário e obrigada a Deus que nos deu Maria”, disse o arcebispo ao final de sua palavra.

Ouça a homilia completa de dom José Palmeira Lessa:

No último dia 31 de outubro, durante a celebração de despedida da Imagem Peregrina de Aparecida da Arquidiocese de Aracaju, o arcebispo entregou ao Santuário Nacional de Aparecida a oitava porção de terra; símbolo da participação do povo sergipano no Jubileu dos 300 anos. A terra foi retirada de um convento carmelita na cidade de São Cristóvão, primeira capital do Sergipe e a quarta cidade mais antiga do país.

O Jubileu dos 300 anos do encontro da Imagem de Aparecida nas águas do Rio Paraíba do Sul será comemorado em 2017. Dioceses de todo o Brasil estão recebendo a visita da Imagem Peregrina da Padroeira do Brasil. Veja no mapa interativo as regiões e dioceses brasileiras que acolheram e irão acolher a Imagem de Aparecida.

Confira a galeria de imagens da celebração: 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.