Artigos

Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças

No dia 8 de novembro, a Igreja celebra esta devoção de Maria como agente cooperadora no plano de Deus desde a Encarnação de Jesus Cristo até a Redenção

Martín Ugarteche (Arquivo pessoal)

Escrito por Martín Ugarteche Fernández

28 NOV 2019 - 15H43 (Atualizada em 08 NOV 2022 - 09H41)

Arquidiocese de Belém

Nossa Senhora Mediadora ou Medianeira é um dos títulos que recebe a Mãe de Deus e Nossa, significando que Ela com a sua multiforme intercessão, continua a alcançar-nos os dons da salvação eterna” (Lumen Gentium, 62).

Leia MaisMagnificat: A ação mediadora de MariaNesse sentido, o Papa São João Paulo II, na sua Encíclica Redemptoris Mater, explica que “a mediação de Maria está intimamente ligada à sua maternidade e possui um carácter especificamente maternal, que a distingue da mediação das outras criaturas” (Redemptoris Mater, 38).

É muito importante para todo cristão entender que a mediação de Maria não compete com a de Cristo, quem é, como escreve São Paulo, o “único mediador entre Deus e os homens” (1Tm 2,5). O próprio São Paulo, um pouco antes, na sua Primeira Carta a Timóteo, recomenda “que se façam pedidos orações, súplicas e ações de graças, por todos os homens” (1 Tim 2,1).

Todo membro do Corpo de Cristo, então, está chamado a ser um mediador dos seus próximos, não competindo com Cristo, mas subordinado a Ele, como Cabeça do seu Corpo, que é a Igreja. E Maria participa dessa mediação de Cristo de uma maneira toda especial, como Mãe que é do Cristo Cabeça e também de todos os seus membros e de todos os que ainda não foram batizados, mas estão chamados a também acolherem o Evangelho do seu Filho.

Reprodução
Reprodução

Poderíamos nos perguntar: mas por que esta mediação subordinada? Acaso Jesus não poderia fazer isso sozinho, sem necessidade de mais ninguém? A resposta a segunda pergunta é afirmativa: se nos mantivéssemos no nível das necessidades objetivas, Jesus poderia, se quisesse, realizar Ele sozinho, sem a colaboração de nenhuma criatura, a sua obra de Salvação. Acontece que Ele quis “necessitar” da mediação subordinada, aquela maternal, toda especial de Maria, e também da nossa humilde e pequena colaboração, pela nossa oração e o nosso apostolado, para que todos os homens se salvem.

Para concluir, citamos novamente o Papa São João Paulo II, desta vez em uma das suas famosas catequeses marianas, falando sobre a mediação de Maria:

“Na verdade, o que é a mediação materna de Maria senão um dom do Pai à humanidade? (...) Maria desempenha a sua ação materna em contínua dependência da mediação de Cristo e d’Ele recebe tudo o que o seu coração desejar transmitir aos homens. Na sua peregrinação terrena, a Igreja experimenta “continuamente” a eficácia da ação da 'Mãe na ordem da graça'". (Maria Medianeira, Audiência do dia 1 de outubro de 1997).


Peça a intercessão da Mãe Medianeira das Graças


Escrito por
Martín Ugarteche (Arquivo pessoal)
Martín Ugarteche Fernández

Martín é peruano, membro do Sodalício de Vida Cristã desde o ano 1996. No ano 2001 foi destinado ao Brasil, onde desenvolveu diversos projetos de evangelização da cultura, como o Concurso Literário Histórias de Natal e a Exposição Fotográfica Vida em Movimento. Doutor em Filosofia pela Universidade dos Andes no Chile, por muitos anos foi professor na Universidade Católica de Petrópolis. Atualmente reside em Roma, onde é responsável de uma das comunidades do Sodalício na Itália e faz parte da equipe de formação da referida instituição. Ligado afetivamente ao Brasil, Martín continua escrevendo artigos mensalmente para o A12 e recentemente lançou um curso on-line de filosofia cristã, que é oferecido pelo Centro de Estudos Católicos na sua plataforma digital.

Apresentação de Jesus
Artigos

Festa da Apresentação do Senhor

“O Rei da glória é o Senhor onipotente” (Sl 23/24) No próximo dia 2 de fevereiro de 2023, celebramos a Festa da Apresentação do Senhor. Essa celebração acontece 40 dias após o Natal. Esse acontecimento é narrado no capítulo 2 do Evangelho de Lucas.

Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos
Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos

Em meados de 1681 o conde Philipp de Dietrichstein Siegmund fundou ao Norte da Boémia a pequena aldeia de Philippsdorf. Um lugar místico que atrai ao longo dos anos inúmeros fiéis que peregrinam em busca de Maria Santíssima invocada neste local como Auxílio dos Cristãos. Esta aldeia é o berço da fé e da devoção à Mãe de Deus entre os povos Thecos. No longínquo ano de 1835 nascia em Philippsdorf a vidente Madalena Kade. De família humilde, Madalena, ficou órfã muito cedo e por conta de uma série de doenças muito graves vivia sob os cuidados do irmão Joseph. O irmão Joseph além dos muitos cuidados com a irmã, trabalhava arduamente para sustentar a esposa Cecília e os seus cinco filhos.

Nossa Senhora de Knock (1)
Artigos

Mariofanias - Nossa Senhora de Knock

Aprovação: Em 1936 pelo Arcebispo de Tuam. A comissão investigativa do Dr. Gilmartin retorna um veredicto positivo. No condado de County Mayo, Irlanda, situa-se o Santuário Nacional de Knock. Este não foi somente lugar de uma das aparições da Virgem Maria. Videntes afirmam terem visto além da Mãe de Deus; seu castíssimo esposo São José; o Evangelista João e o próprio Filho de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.