Por Academia Marial Em Títulos de Nossa Senhora Atualizada em 18 SET 2018 - 09H37

Nossa Senhora da Defesa, a virgem protetora

N S DefesaCortina d’Ampezzo é uma cidade de Belluno, nordeste da Itália, muito disputada por turistas do mundo todo, especialmente europeus. Alí se praticam os esportes típicos das montanhas, do inverno ao verão. Por sua localização, durante séculos a cidade se viu em meio aos conflitos políticos e sofreu muitas invasões de bárbaros.

A primeira lembrança da intercessão milagrosa de Nossa Senhora foi no ano 572, quando defendeu os ampezzanos da invasão dos vizinhos lombardos. Narra a tradição que os habitantes se reuniram, rezaram pedindo ajuda da Mãe e foram tentar se defender. Ao perceberem a inevitável invasão, invocaram o nome da Virgem Maria. Ela então, apareceu sobre as nuvens, com uma espada na mão. Quando os inimigos tentaram entrar na cidade, Ela os confundiu com as nuvens, o que lhes impediu a visão. Assim, lutaram entre si mesmos até se derrotarem. Deste episódio nasceu a devoção à Nossa Senhora da Defesa.

No século XIV, na cidade já existia uma capela dedicada a ela. Em 1412, ocorreu outra intervenção prodigiosa da Virgem Mãe, que consta dos registros históricos da época. Desta vez, o povo quase desarmado conseguiu parar as tropas do imperador dos godos, que desejava dominar esse território. A vitória foi interpretada como um novo sinal milagroso de Nossa Senhora da Defesa e é lembrada até hoje com uma festa nacional e religiosa.

O atual Santuário, o mais antigo dessa devoção, foi construído em 1750. Na fachada, acima da porta principal do templo, foi pintado um quadro com a imagem de Nossa Senhora da Defesa, que a representa como surgiu no primeiro milagre. E no nicho do altar-mor se encontra sua estátua, também a mais antiga, venerada desde o século XIV, ricamente vestida e coroada.

Outro Santuário foi erguido na cidade de Casacalenda, do lado oposto de Nápoles, depois de 1850 e concluída em 1898. Nele estão recolhidos ex-votos, doados dos milhares de milagres alcançados por intercessão da Virgem da Defesa.

Também na ilha de Sardenha, na região de Sassari, se venera a Nossa Senhora da Defesa. Ali é a Padroeira da cidade de Stintino, que celebra sua festa, em 18 de setembro, com a tradicional procissão noturna das velas, por terra e por mar, reunindo milhares de devotos do mundo todo. Já na Catedral da cidade de Ozieri existe um belíssimo altar para sua devoção.

No início do terceiro milênio, o culto à Nossa Senhora da Defesa chegou ao Brasil com uma catequista, que trouxe da Itália um quadro dessa imagem de Maria para São Paulo. Em setembro de 2003, os devotos paulistanos inauguraram a primeira igreja sob essa devoção. Uma grande estátua da Virgem da Defesa foi entronizada no altar principal para a veneração dos fiéis que à ela recorrem pedindo proteção, contra a violência existente nas grandes cidades, para suas famílias e à comunidade.

Oração a Nossa Senhora da Defesa

“Oh! Nossa Senhora da Defesa, virgem poderosa,
recorro a Vossa proteção contra todos os assaltos do inimigo,
pois Vós sois o terror das forças malignas.
Eu seguro no Vosso manto santo e me refugio debaixo dele
para estar guardado, seguro e protegido de todo o mal.
Mãe Santíssima, Refúgio dos pecadores,
Vós recebestes de Deus o poder para esmagar a cabeça da serpente infernal
e com a espada levantada afugentar os demônios
que querem acorrentar os filhos de Deus.
Curvado sob o peso dos meus pecados,
venho pedir a Vossa proteção hoje e em cada dia da minha vida,
para que, vivendo na luz do Vosso filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, eu possa,
depois desta caminhada terrena, entrar na pátria celeste.

Amém.”


6 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Títulos de Nossa Senhora

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.