Por Jovens de Maria Em Notícias Atualizada em 09 MAI 2019 - 16H14

'Christus Vivit' coloca juventude no centro das atenções da Igreja

“A Juventude é a prioridade pastoral [da Igreja] desta época” deixou bem claro Dom Gilson Andrade da Silva, bispo coadjutor de Nova Iguaçu (RJ). É apenas o segundo dia da Assembleia da CNBB e a juventude já foi destaque no encontro que reúne todos os bispos da Igreja Católica no Brasil.

Dom Gilson foi um dos auditores durante o Sínodo da Juventude no Vaticano e, nesta manhã (02), se encontrou com jornalistas para falar sobre a Exortação Apostólica Christus Vivit (Cristo Vive).

Ivan Simas
Ivan Simas
Dom Gilson Andrade da Silva fala sobre a Exortação Apostólica Cristo Vive durante Assembleia da CNBB

Segundo ele, o documento faz parte do processo sinodal cuja ferramenta fundamental, deixada por Papa Francisco, foi a escuta empática. Ele destacou o método de discussão utilizado durante o Sínodo, o “Ver, julgar e agir”, mas que o Santo Padre o praticou com profundidade. “Não é só o ver, mas ver e ouvir. Não é só julgar, mas discernir. E agir de maneira concreta. Não podemos esperar respostas prontas, mas ele dá grandes direcionamentos e perspectivas que não podem se perder”.

Para o bispo, a Exortação Christus Vivit cita algumas perspectivas importantes para o trabalho com a juventude:

- A Bíblia: como maneira de propor caminhos que se inserem no dia a dia. “Uma experiência de fé tem que refletir na vida social e no mundo, não só na Igreja”, completou;

- O anúncio querigmático: que é a mensagem de que “Deus ama, Cristo salva e Ele vive”, é a maneira de se amadurecer no encontro com Cristo. Destacou também que a Igreja precisa ser lar, experiência de fé e não só moral e doutrinal.

- A missão: é preciso atrair novos jovens e, para isso, é preciso pensar nas áreas de atuação pastoral, como esporte, arte, música, e até propor experiências contemplativas.

Dom Gilson também destacou a importância de reunir todos os dons inspirados pelo Espírito Santo nos jovens que, segundo ele, já estão colocando em prática diversas ações evangelizadoras. “Nada para os jovens, sem os jovens”, frisou.

VOCAÇÃO É URGENTE!

shutterstock
shutterstock

O bispo também ressaltou a urgência de se repensar a maneira de falar sobre vocação. Para ele, é urgente passar a tratar o tema como uma busca de sentido da vida. “Minha vida é pra ser ofertada, doada a alguém, a uma proposta. É preciso apresentar caminhos de discernimento e de acompanhamento para os jovens”, afirmou.

MARIA E A JUVENTUDE

Lembrando que Francisco assinou a exortação em Loreto, onde há a relíquia da casa de Nossa Senhora, o bispo disse que o gesto do Papa foi significativo. “Pra mostrar pro jovem que aqui [na Igreja] vocês têm a sua casa e em Maria vocês têm sua casa”.

JUVENTUDE NA ASSEMBLEIA DOS BISPOS

A programação da Assembleia contará com uma sessão específica somente para se falar de Sínodo da Juventude e a Exortação Apostólica 'Christus Vivit', com todos os bispos do Brasil. “Queremos despertar nos bispos a ampla escuta da juventude. A juventude é um lugar teológico, isso quer dizer que Deus fala com a gente a partir do jovem”, disse Dom Gilson.

AÇÃO CONCRETA NO BRASIL

Dom Gilson também explicou que as ações práticas para a juventude da Igreja no Brasil serão realizadas por meio do projeto IDE (conheça mais em jovensconectados.org.br/ide) que já está em andamento desde março de 2018, e que será potencializado a partir da Exortação Apostólica.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.