Notícias

CPI da Covid inicia apurando ações, omissões e desvios no governo federal

Escrito por Rádio Aparecida

28 ABR 2021 - 16H44 (Atualizada em 28 ABR 2021 - 17H08)

Jefferson Rudy/Agência Senado

Ouça o jornal na íntegra ou a notícia destaque do dia:


O Senado instalou a CPI da Covid, Comissão Parlamentar de Inquérito responsável por apurar ações e omissões do governo federal e eventuais desvios de verbas federais enviadas aos estados para o enfrentamento da pandemia. O Brasil soma quase 400 mil mortes por Covid. A média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.451 óbitos. O número de mortes em 2021 já supera o total de óbitos de 2020.

Durante a sessão, o senador Omar Aziz (PSD-AM) foi eleito presidente, e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente. Em seguida, Omar Aziz indicou Renan Calheiros (MDB-AL) como relator dos trabalhos.

Divergência na escolha do relator

Senadores governistas tentaram impedir a formação do grupo. O senador Ciro Nogueira tentou suspender a sessão afirmando haver "vício insuperado", porque há titulares da CPI participando em outras comissões parlamentares de inquérito. Jorginho Mello, outro aliado governista, também apresentou questionamento, dizendo haver impedimento de Renan Calheiros na relatoria por possível conflito de interesse.

O senador Flávio Bolsonaro afirmou ver “ingratidão” na postura do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), por ter permitido a criação da CPI da CovidFlávio deu a declaração antes da instalação da CPI. Ele também é contrário a indicação de Renan Calheiros. Ele disse que existe suspeição para que ele trate do assunto, e disse ainda que não haverá imparcialidade na avaliação de Renan sobre os fatos investigados.

CPI transparente e técnica

O senador Omar Aziz, eleito com 11 votos presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, defendeu, em seu primeiro discurso, que os trabalhos sejam conduzidos de maneira “transparente” e “técnica” e afastado do embate político.

O vice-presidente da Comissão, senador Randolfe Rodrigues, disse que os trabalhos devem focar em fatos e não em pessoas. Ele disse que nunca uma comissão parlamentar de inquérito foi instalada com a sobra de tantas mortes como essa.

O que diz Renan Calheiros

Escolhido como relator da CPI da Covid, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou que a comissão não fará "ações persecutórias", mas que é preciso punir "imediata e emblematicamente" os responsáveis pelas mortes durante a pandemiaRenan disse ainda que não estão debatendo ideologias políticas, e que suas impressões serão baseadas em fatos e não em opiniões. 

Alvo da Lava Jato e crítico da operação, Renan afirmou também que não será, na relatoria, “discípulo” do ex-juiz Sergio Moro e do procurador Deltan Dallagnol, nas palavras dele, “arquitetando” provas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...