Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 26 FEV 2019 - 08H24

Vegetarianismo e veganismo: Qual a diferença?

shutterstock
shutterstock

Vegetarianos são aqueles que não consomem carne (vermelha, frango ou peixe), e veganos, ou vegetariano restrito, são os indivíduos que não ingerem nada de origem animal (leite, ovos e mel).

:: Diferencie os sintomas de ansiedade

O nutricionista George Guimarães explica que deixar de comer carne de um dia para o outro não traz nenhum risco para a saúde. “Do ponto de vista fisiológico, essa velocidade não faz diferença, ou seja, uma pessoa pode torna-se vegetariana ou vegana de uma hora para outra. O desafio está mais no aspecto social e culinário. Esse ritmo vai depender de como a pessoa já se familiarizou com a nova dieta”, afirmou.

Benefícios

O nutricionista lembrou que uma dieta sem carne e bem orientada também pode prevenir doenças crônicas como: diabetes, colesterol alto, hipertensão, diminuição das chances de infarto e da ocorrência de um acidente vascular cerebral (AVC), e ainda há associação com menor incidência de câncer.

Deficiências

A única vitamina não encontrada nos alimentos vegetais é a vitamina B12, que precisa ser suplementada. De acordo com George Guimarães, essa deficiência leva de 3 a 5 anos para se manifestar.

Ferro

George Guimarães ainda falou sobre o mito de quem não come carne tenha mais chances de desenvolver anemia. “O número de pessoas que tem anemia não é maior entre os vegetarianos, mas é um nutriente para termos atenção, especialmente quando os laticínios ainda estão presentes na alimentação. O leite é um alimento muito pobre em ferro, então quanto mais leite menos a pessoa está incluindo os vegetais ricos em ferro”, afirmou.

Segundo ele, o ferro em vegetais é encontrado nas folhas verdes escuras, frutas, castanhas e na família do feijão como a lentilha e grão de bico, ricos também em proteína.

:: Está na menopausa? Saiba como se cuidar

Fonte de proteínas

A carne é uma fonte concentrada de proteínas, mas não significa que seja a única. O feijão e o brócolis, por exemplo, é uma fonte suficiente de proteínas.

Perda de peso

Os vegetais tem uma concentração calórica menor. Isso acontece porque os vegetais têm fibra, água e menos gordura. Isso quer dizer que temos uma densidade calórica menor, ou seja, no mesmo volume, temos menos calorias.

Orientação profissional

O nutricionista recomendou a orientação de um profissional para acompanhar essa fase de transição. Ele disse ainda que é possível se informar com artigos e pesquisas para melhorar a alimentação.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.