Espiritualidade

A percepção dos detalhes: como nos percebemos diante da criação?

Fr. Rafael Peres Nunes de Lima C.Ss.R. (Arquivo Pessoal)

Escrito por Fr. Rafael Peres Nunes de Lima, C.Ss.R.

13 JAN 2023 - 17H46 (Atualizada em 13 JAN 2023 - 18H11)

Numa sociedade tecnológica e pós-moderna, onde a fluidez da vida deixa o ser humano “cego” diante dos detalhes própria vida, toda a criação se transforma e se modifica, ao passo que a presença do Criador em sua criação passa despercebida pelos olhos humanos, pois estes não param para olharem os simples detalhes que se desvelam diante dos olhos.

Diante disso, podemos ver alguns exemplos dos pequenos detalhes que muitas vezes passam despercebidos. O primeiro é em relação à gravidade. Uma força que nos prende à terra, não nos deixando sair voando para os céus; que movimenta os astros ao redor do Sol, deixando-os numa distância propicia para a vida. Tal exemplo é algo que todos os seres humanos já ouviram em alguma etapa da vida, principalmente no período escolar, mas paremos e contemplemos tamanho mistério, pois caso a força gravitacional fosse um pouco maior, todos nós poderíamos morrer esmagados contra a terra e caso fosse mais leve, iriamos para o vazio do universo.

Tamanha precisão entre a gravidade e a vida que nós nunca paramos para contemplar que a criação está em sincronia com todo o universo ao seu redor.

Shutterstock
Shutterstock

Outro exemplo seria a contemplação das florestas. Nenhum ser humano, plantou as árvores das florestas. Mas elas cresceram e se desenvolveram aos longos das eras. Nós não podemos imaginar quanta vida há abaixo das copas das árvores, entre suas raízes; sob a terra. A vida que floresce e como um rio, inunda as florestas e nós não conseguimos parar um instante de nosso tempo para contemplar; para meditar o tamanho que é o mistério da vida que habita em nós. 

Leia MaisA vida oracional: O caminho do discipulado

O ser humano é fruto do acaso. Um pequeno detalhe que deu certo e se desenvolveu entre milhões de possibilidades. Entre a possibilidade do relacionamento dos pais e o nascimento dos filhos, há um mar imenso de possibilidades para nascer um único ser humano. Um ser único, inestimável e que terá outras milhões de possibilidades de viver, de florescer e dar frutos.

FreePik
FreePik

Enfim, os pequenos detalhes da vida, revelam a presença de Deus. Não um Deus distante do ser humano, mas próximo, basta que o homem observe ao seu redor a criação e perceba a vida florescer e nos singelos detalhes a presença de Deus há de se revelar ao homem.

Escrito por
Fr. Rafael Peres Nunes de Lima C.Ss.R. (Arquivo Pessoal)
Fr. Rafael Peres Nunes de Lima, C.Ss.R.

Missionário Redentorista, Bacharel em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas e estudante de Teologia no Instituto São Paulo de Estudos Superiores – ITESP.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.