Por João Antônio Johas Em Espiritualidade Atualizada em 28 JAN 2019 - 08H57

São Tomás de Aquino e a nossa fé

Para falar de São Tomás de Aquino de maneira que realmente pudéssemos conhecê-lo, seria necessário um texto muito longo, mas que, com certeza, valeria a pena ler, pois conhecer esse santo, chamado também de “Boi Mudo da Sicília”, é conhecer uma das maiores influências filosóficas e teológicas da Igreja e, por consequência, do mundo ocidental.

Sua obra é imensa e fica ainda mais impressionante pensar nisso sabendo que ele escreveu com pena e tinta, e não com os dispositivos que temos à disposição atualmente.

:: Oração de São Tomás de Aquino para os estudantes

santo-tomas-de-aquino

"Santo Tomás de Aquino mostrou com muita 
propriedade que a razão não está em 
desacordo com a fé, muito pelo contrário, 
as duas caminham juntas". 

São Tomás é do século XIII, da Idade Média, um tempo às vezes lembrado de forma negativa, mas que certamente possui uma importância enorme para a cultura atual. Se, ainda hoje, é difícil para alguns dizer que a fé e a ciência não são compatíveis, São Tomás de Aquino mostrou com muita propriedade que a razão não está em desacordo com a fé. Muito pelo contrário: as duas caminham juntas, uma iluminando a outra, na busca pela verdade. A sua síntese de Teologia é tão importante para a Igreja que o Papa Leão XIII escreveu uma encíclica em 1879, chamada Aeterni Patris, que já no subtítulo mostra o peso de São Tomás: “Sobre o restabelecimento, nas escolas católicas, da filosofia cristã segundo o espírito angélico de São Tomás de Aquino”.

:: São Tomás de Aquino: doutor da Igreja e padroeiro das universidades

:: O verdadeiro sentido da gratidão expresso na palavra “obrigado”

Como todos aqueles que desejam servir a Deus, São Tomás de Aquino encontrou muitas dificuldades no seu caminho. Quando anunciou que seria dominicano, isso não foi bem aceito pela família, porque eram nobres e não podiam ver seu filho nessa nova ordem mendicante. Chegaram a deixá-lo preso durante três anos para fazê-lo mudar de ideia. Se diz ainda que seus irmãos, em uma tentativa de persuadir o santo, contrataram uma prostituta para seduzi-lo. Mas sendo fiel ao seu propósito, ele saiu dessa prisão e foi para Nápoles e depois Roma, para se encontrar com o superior da Ordem dos Dominicanos.

Talvez sua obra mais famosa seja a Suma Teológica, na qual ele expõe, de maneira muito metódica, sobre os mais diversos assuntos teológicos como Deus, o homem, os atos morais, a liberdade. O Papa Pio XI disse que A Suma Teológica é o céu visto da terra”. Essa visão é sempre menor do que a realidade mesma do céu, porque é o finito buscando ver o infinito, mas quando lemos São Tomás de Aquino, entendemos que o pouco que podemos conhecer nos exige toda uma vida de dedicação e ainda fica faltando muito por ver.

São Tomás de Aquino é, com certeza, uma figura que precisamos conhecer, em maior ou menor grau, quando nos aproximamos a Deus. E isso, colocado em termos muito simples, porque nessa busca pessoal por Deus, o 'Boi Mudo' pode dar um auxílio extremamente útil para cada um de nós. Sua vida e sua obra são um legado, um tesouro imenso do patrimônio da Igreja, que precisa ser mais conhecido. Mas que tudo isso sempre nos leve a uma maior consciência de que o que realmente importa é viver uma vida cada vez realmente cristã. E nisso também o Aquinate (conjunto das obras de São Tomás) é exemplo para todos.

O apelido de "Boi Mudo da Sicília"

Em fins de 1245, Tomás de Aquino é encaminhado para Paris para continuar seus estudos. Ainda é estudante. Em Paris, torna-se aluno do grande intelectual alemão Alberto Magno, este que se dedicara ao estudo da obra de Aristóteles. Nessa época, Tomás de Aquino é apelidado de “Boi Mudo da Sicília”. A referência parece resultante da notável estatura física de São Tomás, aliado ao fato de que seu constante silêncio durante as aulas causava a impressão de que nada entendia.  Porém, durante uma aula, Tomás de Aquino tomou a palavra para contestar uma fala do Mestre Alberto e sua explicação foi tão brilhante que o mesmo sugeriu que o “Boi Mudo da Sicília" iria sacudir o mundo quando começasse a falar. 

Escrito por
Irmão João Antônio Johas (Redação A12.com)
João Antônio Johas

Licenciando em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis, Pós-graduando em Antropologia Cristã pela Universidade Católica San Pablo em Arequipa, Peru.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12 #, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.