Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

Voando sobre o pântano

Havia, certa vez, um passarinho que vivia em uma árvore isolada no meio de um enorme pântano. O bichinho ficou ali depois de uma grande enchente, durante a qual seus coleguinhas conseguiram escapar, mas ele ficou na árvore, sozinho.

Felizmente alimentos não lhe faltavam. Além dos frutos da árvore, ele comia larvas da lama. E assim o passarinho se acomodou. Engordou e não sabia mais voar longas distâncias.

Mas veio outra enchente, esta ainda maior, com ventos fortes que derrubaram a árvore, afundando-a no pântano. O jeito foi tentar sobreviver voando. Várias vezes caiu na água, o que foi bom, porque lavou as suas asas que estavam pesadas devido ao barro ressecado.

Finalmente chegou a um bosque, onde estava o seu bando. Foi uma festa para ele e para todos.

“Salve-me, ó Deus, pois a água sobe até o meu pescoço. Estou atolado no lodo profundo” (Sl 69,2-3). Há males que vêm para o bem. Nós precisamos transformar os problemas em trampolim, a fim de dar um passo à frente na busca de felicidade e da graça de Deus. Nunca é tarde para ser feliz. Não importam os erros cometidos, não importam as oportunidades perdidas; o que vale é levantar-se, sacudir a poeira e dar volta por cima.

(Fonte: Pe. Valdo Bartolomeu)

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, C.Ss.R., em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.