Igreja

A Espiritualidade da Alegria

Assinatura pequena André Gustavo Colunista.png

Escrito por Padre André Gustavo de Sousa

18 JAN 2021 - 08H00 (Atualizada em 18 JAN 2021 - 09H21)

Shutterstock interior-contemplação (Shutterstock)

O nosso coração é feito para a alegria que vem de Deus, ela é fruto do seu Espírito. Quem está Nele tem alegria profunda, total e duradoura. Sua vida tem sabor, tem cor, tem luz, pois o convite à alegria está no centro de nossa experiência cristã: “Alegrai-vos no Senhor! Repito, alegrai-vos!” (Fl 4,4). É claro que a alegria não exclui a cruz. Enfrentamos provações, dificuldades e sofrimentos, porém a certeza da presença do Senhor nos enche de esperança e de alegria, pois também nesses momentos o Senhor está conosco, Ele nos ama com amor eterno.

Onde encontrar a alegria que dura para sempre? Somente em Jesus Cristo encontramos a verdadeira alegria, e nas pequenas alegrias da vida sabemos distinguir aquilo que é passageiro daquilo que é eterno. O coração alegre põe no Senhor sua confiança, busca Nele o alimento que dá força e ânimo na caminhada. Para encontrar essa alegria é preciso dedicar-se à oração, à escuta da Palavra, à Eucaristia, à vida em comunidade, pois aí está presente o Senhor nos oferecendo os dons de sua Páscoa.

Um coração que não dá espaço para Jesus não pode ter alegria. É iludido, como aquele homem do Evangelho que constrói casa sobre a areia: não resiste às dificuldades... (Mt 7, 24-27). É preciso permanecer Nele, ser amigo do Senhor, fortalecer cada dia os laços de amizade com Ele. O cristão não é triste, pois encontrou Cristo que deu a vida por ele.  

Em Deus tudo é alegria, porque tudo é dom. Feliz de quem acredita na palavra de Jesus: “No mundo tereis aflições. Mas tende coragem! Eu venci o mundo!” (Jo 16, 33) e ainda: “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt -28,20) e vive na alegria da conversão, na alegria da esperança, na alegria da fé, na alegria do amor.

Vivendo na alegria do Senhor estaremos aptos para a missão, pois só pode evangelizar quem tem no coração a alegria de Cristo Ressuscitado. Que nossa espiritualidade faça de nós testemunhas da alegria, missionários que partilham a alegria, pessoas com rostos felizes, pois a alegria contagia. Os apóstolos ao encontrarem o Ressuscitado sentiram grande alegria (Jo 20, 20) e anunciaram com entusiasmo o Evangelho a todos. Façamos essa experiência.

Insisto no convite do apóstolo: “Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito, alegrai-vos!” E que a alegria do Senhor seja a nossa força!

Escrito por
Assinatura pequena André Gustavo Colunista.png
Padre André Gustavo de Sousa

Sacerdote da Arquidiocese de Aparecida (SP)

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.